Idaf apresenta ações do órgão na Câmara de Vereadores de Santa Teresa e de Colatina

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) esteve presente, nesta semana, na Câmara de Vereadores de Santa Teresa e de Colatina, a fim de apresentar as principais ações do órgão nesses municípios.

Em Colatina, o engenheiro-agrônomo Rafael Albane abordou, nessa segunda-feira (27), o período de restrição de queimas (maio a outubro), de modo a orientar e conscientizar, uma vez que a sessão é transmitida para a população, quanto aos prejuízos decorrentes dessa prática, se não forem obedecidos os critérios ambientais. Ele destacou a força-tarefa que existe no município, com o objetivo de coibir as queimas irregulares, em parceria entre Idaf, Ministério Público (MPES), Corpo de Bombeiros (CBMES), Polícia Militar Ambiental (BPMA) e Secretaria de Meio Ambiente de Colatina.

“Acho fundamental estarmos próximos dos órgãos municipais e termos a oportunidade de esclarecer para a sociedade as ações do Idaf e os assuntos que têm relação com os serviços oferecidos”, disse Albane. Ele apresentou, ainda, o “Conecta Cidadão”, portal eletrônico que reúne, em um único endereço, as informações essenciais referentes a todos os serviços prestados pelo Governo do Estado do Espírito Santo, inclusive do Idaf, que é responsável por cerca de 22% dos serviços ofertados.

Nessa terça-feira (28), o gerente local do Idaf em Santa Teresa, André Cirqueira, falou na Câmara de Vereadores do município. Segundo Cirqueira, desde que o Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (Simlam) foi implementado no órgão, em 2013, foram realizadas em torno de 970 fiscalizações florestais e ambientais na região. “Dessas, cerca de 21% eram referentes a desmatamentos irregulares. Temos um grande desafio de proteger os recursos naturais de Santa Teresa e, por isso, estamos sempre atuando em parceria com outras instituições, como Ministério Público, Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Polícia Militar Ambiental, entre outras”, disse Cirqueira.

Na ocasião, também foram apresentados os dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no município. Até o momento, aproximadamente 2.300 imóveis rurais estão inscritos no cadastro, o que representa cerca de 83%, e contemplam uma área equivalente a quase 52 mil hectares.

Operação Caravaggio

Em janeiro deste ano, também foi realizada no município a “Operação Caravaggio”, com a finalidade de coibir crimes ambientais contra a flora. Na ocasião, foi realizado sobrevoo com a parceria do Núcleo de Operações Aéreas (NoTaer) e o Idaf, tendo sido georreferenciado vários pontos de degradação ambiental no município de Santa Teresa. Esses pontos foram devidamente mapeados pelas equipes do Idaf, que registrou 70 fiscalizações concluídas e 51 autos de infrações emitidos, até o momento.

Texto: Francine Castro