Idaf alerta sobre pacotes de sementes enviados sem solicitação

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) alerta a população, em especial os produtores rurais, sobre o recebimento de pacotes, pelos Correios, com sementes. Caso você não tenha realizado compra on-line ou não reconheça o remetente, a orientação é entregar o produto, lacrado, em uma das unidades do órgão para a destinação adequada.

O gerente de Defesa Sanitária e Inspeção Vegetal do Idaf, Daniel Pombo de Abreu, explica que a importação de vegetais sem autorização pode facilitar a introdução de pragas ou doenças que não existem no estado “Além dos riscos fitossanitários, esse tipo de ação expõe as lavouras capixabas, podendo implicar grandes prejuízos econômicos. O Idaf está à disposição para auxiliar caso haja ocorrências desse tipo em nosso território”, alertou Abreu.

A relação de endereços dos escritórios do Idaf pode ser consultada em: www.idaf.es.gov.br/contatosidaf.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é o órgão responsável pelo controle do e-commerce internacional, com equipe dedicada a fiscalizar e impedir a entrada de material sem importação autorizada no país. Ainda não há casos registrados do recebimento desses pacotes com sementes no Brasil. O relato, segundo o Mapa, é de ocorrência nos Estados Unidos.

Segundo informações do órgão de defesa agropecuária americano (APHIS-USDA) enviadas ao Mapa, o caso está sob investigação em conjunto com outras agências de segurança dos Estados Unidos. Até o momento, as evidências apontam para uma ação conhecida como brushing scam – estratégia do e-commerce utilizada para gerar números falsos de pedidos e reviews positivos, o que beneficiaria o vendedor on-line ou o site.


Texto: Francine Castro

Leia mais

Leia também