Idaf alerta sobre obrigatoriedade de notificação de doenças em animais

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) iniciou, nesta segunda-feira (14), uma campanha nas redes sociais do órgão para alertar sobre a obrigatoriedade e importância da notificação de ocorrência ou suspeita de doenças em animais de produção. O procedimento é essencial, uma vez que o diagnóstico rápido e a pronta reação podem impedir a disseminação e permitir o controle ou a erradicação dessas enfermidades, que podem causar sérios impactos na produção animal e na saúde humana.

O diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, reforça que a notificação precisa ser um compromisso de todos, inclusive porque afeta a economia de modo geral. “Dependendo da doença que atingir o Estado, as exportações podem ser suspensas, não somente de produtos agropecuários, gerando graves prejuízos econômicos e sociais. É preciso que as pessoas compreendam a necessidade de informar ao órgão essas ocorrências. Um procedimento simples, mas que fortalece o sistema de vigilância estadual”, disse.

Como notificar?
Sempre que alguém tiver conhecimento de animais com sintomas de doenças, deve providenciar a notificação. O procedimento pode ser feito totalmente on-line, pelo e-Sisbravet, disponível no site do Idaf (www.idaf.es.gov.br).

O gerente de Defesa Sanitária e Inspeção Animal do Idaf, Raoni Cipriano, diz que o preenchimento é simples e a notificação pode ser anônima. “Algumas pessoas ainda têm receio de informar sobre animais doentes ao órgão de fiscalização. Nosso foco não é a multa, mas a possibilidade de proteger o patrimônio agropecuário de forma proativa. A notificação pode ser feita por qualquer pessoa, mesmo que o animal não esteja em sua propriedade”, informou.

A comunicação ao Idaf também pode ser feita presencialmente nos escritórios do Idaf para aqueles que não têm acesso à internet.

Animais de produção
Os principais grupos de animais são: bovinos, búfalos, ovinos, caprinos, suínos, equinos, mulas, asnos, coelhos, galinhas e outras aves (por exemplo, galinhas d”angola, patos, gansos, perus e avestruzes), peixes e outros animais aquáticos.

A médica-veterinária Luciana Zetun, subgerente de Epidemiologia e Análise de Risco do Idaf, esclarece que o foco das notificações são os animais de produção e as criações de subsistência (de quintal). “Em caso de dúvidas quanto à espécie e aos sintomas, a notificação pode ser realizada, pois a avaliação mais minuciosa ficará sob responsabilidade dos profissionais do Idaf. O objetivo é evitar a subnotificação, que pode comprometer o sistema de vigilância”, ponderou.

Hospitais e clínicas veterinárias
A notificação também é obrigatória por parte dos hospitais e clínicas veterinárias que atendem animais de produção. O Idaf desenvolveu, neste mês de setembro, um protocolo de notificação, que deve ser seguido pelo corpo técnico desses locais.

Luciana Zetun explica que a Resolução n° 1.138, de 2016, do Conselho Federal de Medicina Veterinária, prevê, como dever dos médicos-veterinários, o fornecimento de informações de interesse da saúde pública e de ordem econômica às autoridades competentes nos casos de enfermidades de notificação obrigatória. A obrigatoriedade também está prevista na Instrução Normativa nº 50/ 2013, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e na Lei Estadual nº 5.736/ 1998.

Para mais informações sobre notificação de doenças em animais, acesse idaf.es.gov.br/notificacaoanimal.

Texto: Francine Castro

 

Leia mais

Polícia faz operação no Bairro da Penha e no Morro da Garrafa, em Vitória

Policiais Civis e a Força Nacional fizeram uma operação na manhã deste sábado (15) no Morro da Garrafa e no Bairro da Penha, em...

Atividade comercial cresce 5,2% em julho, diz Serasa Experian

O comércio teve em julho o terceiro mês seguido de aumento das atividades. De acordo com o indicador da Serasa Experian, houve crescimento de 5,2%...

Produção de grãos deve bater recorde de 253,7 milhões de toneladas

Com 102,1 milhões de toneladas o milho já tem recorde de safra assegurado Foto: Banco de Imagens A produção de grãos da safra 2019/2020 do...

Caminhão desce ladeira e atinge casa em Linhares, ES

Veículo fazia uma entrega em um comércio local quando perdeu o controle. Ninguém ficou ferido. TV Gazeta Um caminhão desgovernado desceu uma ladeira e atingiu uma...

Leia também

Acidente deixa três pessoas feridas no bairro São Cristóvão

Imagem ilustrativa Três pessoas ficaram feridas em um acidente entre uma motocicleta e um carro, no bairro São Cristóvão, em Nova Venécia. Segundo o Corpo de...

Bandido é preso após furtar clínica no centro de Mantena

O bandido já havia furtado a Clínica nesta  sexta feira, (18), a polícia esteve presente e  não conseguiu localiza-lo indo embora, porém o larápio ...

Carro capota e em seguida pega fogo em mais um acidente na reta do Maia, em Barra de São Francisco

Mais um acidente foi registrado na reta do Maia, em Barra de São Francisco, na madrugada deste sábado (19). De acordo com informações do Corpo...

Comandante-geral da PM realiza reunião de trabalho em unidades do norte e noroeste do Estado

Nesta sexta-feira (18), o Comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Douglas Caus, realizou reuniões de trabalho no 11º BPM em Barra de...