ICEPi realiza o I° Simpósio de Qualificação Hospitalar • SiteBarra

ICEPi realiza o I° Simpósio de Qualificação Hospitalar

Com o objetivo de melhorar cada vez mais o acesso e a qualidade do atendimento aos pacientes nos hospitais da Rede Estadual, o Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi) realizou o I° Simpósio de Qualificação Hospitalar, nessa quarta-feira (1º), no auditório da Multivix, em Goiabeiras, Vitória.

O evento, organizado pelo Programa de Gestão do Acesso e da Qualidade da Assistência nas Redes de Atenção à Saúde (PGAQ), que reúne o Núcleo Interno de Regulação (NIR), a Medicina Hospitalista (MH), o Escritório de Gestão de Alta (EGA) e a Autorregulação Formativa Territorial (ARFT), contou com palestras sobre a gestão do acesso, o uso de indicadores para a tomada de decisões e conceitos em modelo de melhoria na saúde.

Participaram os membros dos projetos do ICEPi e também diretores dos hospitais estaduais, além da subsecretária de Estado da Assistência em Saúde, Quellen Tanize Alves da Silva. “Vimos a necessidade de qualificar e ampliar a atenção hospitalar e de estruturar projetos que pudessem responder a uma mudança de modelo, concentrado no usuário, e que pudéssemos de fato organizar processos e fluxos. Muito se avançou!”

O evento

A abertura foi feita pela coordenadora do PGAQ, Simone Tosi, que destacou a importância do evento para tratar da qualificação hospitalar. “Em breve, iremos começar também os Escritórios de Qualidade nos hospitais estaduais e desenvolver toda a sistemática de gestão do acesso com a rede contratualizada”, pontuou.

Para a primeira palestra, a médica infectologista Daniela Feitosa, abordou os conceitos em modelo de melhoria na saúde. “O nosso desafio é pensar quais mudanças de processos, estrutura e cultura podemos fazer que mudarão os nossos resultados. Monitorar dados é o que nos faz perceber se estamos no caminho certo”, disse.

A também médica infectologista Cristiana Gomes, tratou do uso de indicadores e sua importância para a tomada de decisões. “Temos urgência em melhorar várias dimensões da saúde. Boas decisões aceleram este processo”, afirmou.

O encerramento foi feito pelo membro fundador da Sociedade Brasileira de Medicina Hospitalar (Sobramh) e diretor da empresa Eficiência Hospitalista, André Wajner, que detalhou como funciona o EGA. “O Escritório é o coração assistencial do hospital, padroniza a comunicação entre as equipes e é um instrumento de liderança. Os objetivos primários são diminuir o tempo de internação do paciente e aumentar a qualidade assistencial”, enfatizou.