IBGE vai ajudar o Ministério da Saúde a escolher a melhor forma de fazer testagens

IBGE vai ajudar o Ministério da Saúde a escolher a melhor forma de fazer testagens

Coletiva de imprensa com Ministro da Saúde, Nelson Teich. Fotos: José Dias/PR

Durante coletiva à imprensa realizada no Palácio do Planalto nesta segunda-feira (27), a equipe do Ministério da Saúde tratou das ações mais recentes da Pasta e das novas informações sobre o novo coronavírus. O ministro Nelson Teich anunciou para esta semana a realização de reuniões com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Também serão realizadas reuniões com governadores de estados do Brasil. Além disso, Teich anunciou que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai ajudar a escolher a melhor forma de fazer testagens. 

Sobre isolamento social, o ministro da Saúde afirmou que o País é heterogêneo e que “nenhuma medida intempestiva será tomada: tudo será trabalhado no detalhe”, defendeu.

O Secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, atualizou os dados relacionados ao novo coronavírus no Brasil e divulgou mudança no formato da apresentação do boletim diário.

Para o ministro, não adianta colocar apenas o números, e sim detalhar as análises. A partir de agora, o Ministério da Saúde passa a divulgar, no boletim, a proporção de casos por porte populacional. Para ele, também é importante buscar intercâmbio de informações com países que já passaram pelo estágio em que o Brasil está. 

O general Eduardo Pazuello defende planejamento e conduta sobre ajustes na direção para onde se deve ir. “Em alguns lugares, o isolamento faz sentido; em outros, o vírus ainda não chegou. A palavra-chave é não-linearidade”, frisou Pazuello, salientando que estará à frente da logística de distribuição de materiais adquiridos pelo Governo Federal com foco em regiões mais necessitadas.

O Brasil registra 66.501 casos confirmados; óbitos chegam a 4.543, e a taxa de letalidade é de 6,8%.

Leia mais

Primeira parcela do auxílio emergencial será paga para mais de 8,3 milhões de pessoas

Mais de 400 mil pessoas receberam a primeira parcela do auxílio no sábado (16). –...

Oferta de gás natural no Maranhão deve crescer com aprovação da Nova Lei do Gás

Enquanto a maioria dos estados brasileiros tenta incentivar o uso de gás natural, o Maranhão dá largos passos para ampliar a produção do combustível....

Sete estados receberão R$ 11,5 milhões para obras de saneamento básico

– Foto: MDR/divulgação Sete estados terão mais recursos para obras de saneamento básico. São...

Crédito fundiário beneficia 162 famílias com investimentos de R$ 17 milhões

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), por meio da Unidade Técnica Estadual (UTE), beneficiou de julho de 2019 a...

Leia também

Vacina da Pfizer contra Covid-19 entra na última fase de testes clínicos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou que as empresas farmacêuticas Pfizer e BioNTech prossigam para a fase 3 do estudo clínico da...

Prazo para cadastrar barragens está acabando em Goiás

O prazo estabelecido pelo Governo de Goiás para cadastramento de barragens está chegando ao fim. Por isso, até o dia 30 de setembro deste...

Operação Focus investiga origem das queimadas no Pantanal

Técnicos do Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul, da Perícia Técnica da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do estado, agentes...

RS: Malha de gasodutos foi expandida em 4,3 km neste ano

No Rio Grande do Sul, na região entre Três Coroas e Gramado, a malha de gasodutos já foi expandida em 4,3 quilômetros desde o...