Humilhado e traído na política, Denilson mantém candidatura independente e pode surpreender • SiteBarra

Humilhado e traído na política, Denilson mantém candidatura independente e pode surpreender

Denilson Ferreira, atual vice-prefeito de Barra de São Francisco e candidato a prefeito pelo Solidariedade

O vice-prefeito de Barra de São Francisco, Denilson Ferreira, se mantém firme na disputa pela prefeitura da cidade e pode ser uma grande surpresa.

Humilhado pelo prefeito Alencar Marim, Denilson não teve espaço na administração. Sem apoio do grupo que ele ajudou a colocar no poder, o vice-prefeito passou a buscar um novo nome para comandar o município e apostou as fichas no policial Marcelo Firmino, com quem caminhou e declarou apoio antecipado.

Fora da disputa, Firmino se rendeu aos encantos de Edinho Pereira, Juvenal e o PT, deixando Denilson de lado, contrariando alguns aliados que viram de perto toda a dedicação do vice-prefeito ao policial.

A humilhação por parte do prefeito e a traição do antigo companheiro não abalaram Denilson, que manteve sua candidatura.

Ele mantém também os pés no chão. Quem o conhece destaca diversas qualidades do micro empresário, político e como ele mesmo diz com muito orgulho, feirante – profissão que exerce com muita humildade e que o projetou para a vida pública.

Faltando pouco mais de 15 dias para a eleição e com a cidade ainda dividida politicamente, Denilson pode surpreender com sua candidatura independente.

Para se ter uma ideia, na última eleição para deputado estadual, Enivaldo dos Anjos (6.775) foi quem teve mais votos na cidade. Firmino ficou em segundo (6.218), deixando Luciano Pereira em terceiro (3.165).

Os votos brancos e nulos chegaram a 1.645, e os votos válidos 23.290.

Juntos, Luciano e Enivaldo tiveram 9.940 votos, ou seja, menos da metade do total de votos válidos.

Os números para eleição de prefeito são bem diferentes de uma eleição para deputado, porém, é fato que em 2018, quase 15 mil eleitores não votaram nos dois grupos políticos da cidade.

Por toda sua história política e grande apoio recebido, Enivaldo dos Anjos desponta como favorito. Juvenal Calixto assumiu uma candidatura apoiada por Edinho Pereira e recebeu depois a adesão de Firmino e do PT.

Denilson não foi candidato a deputado, e como dito acima, são situações bem diferentes, mas ele surfa hoje numa enorme onda, que pode assustar alguns e surpreender muitos.