Hospital São Marcos e Secretaria de Saúde realizam procedimento odontológico em crianças autistas do município

O Hospital São Marcos e a Secretaria de Saúde de Nova Venécia realizaram, no mês de janeiro, o primeiro procedimento odontológico em uma criança autista no município.

O procedimento realizado foi uma Exodontia (extração de dente), em uma criança de oito anos de idade, no centro cirúrgico do Hospital, e contou com uma equipe multidisciplinar, formada por dentista, auxiliar de consultório odontológico, médico anestesista, enfermeiro e técnico de enfermagem, para a realização do serviço.

“O Autismo é uma doença cada vez mais frequente e presente em nossa sociedade, sendo caracterizada por desordens neurológicas, que podem apresentar déficit na comunicação social ou interação social e padrões restritos e repetitivos de comportamento, como movimentos contínuos, interesses fixos e hipo ou hipersensibilidade a estímulos sensoriais. Os Autistas são um grande desafio para os dentistas, devido as suas manifestações clínicas complexas e variadas, além da dificuldade em realizar higienização bucal, por isso, são importantes a intervenção precoce e a orientação aos familiares e cuidadores”, disse o diretor administrativo do Hospital São Marcos, Alessandro Prado Aguilera.

“O município de Nova Venécia, assim como os demais do Estado, possui dificuldades quando há necessidade da realização de procedimento odontológico nesses pacientes, principalmente, quando há necessidade de intervenção cirúrgica, devido a complexidade que envolve e a necessidade de sedação na grande maioria dos casos. Isso faz com que esses pacientes entrem na fila para espera desses procedimentos em redes especializadas do Sistema Único de Saúde, que ficam em outra região e demoram até que sejam contemplados com o procedimento”, continuou Alessandro.

Para realizar o procedimento, a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital São Marcos estruturaram o centro cirúrgico do Hospital para atender as crianças autistas e não ter mais a necessidade de o paciente ir para outro local para realização de procedimentos odontológicos. “Antes, os autistas que eram colocados em filas de espera enormes e, na maioria das vezes, não conseguiam acesso à intervenção odontológica. Hoje, podemos contar com esse serviço dentro do município de Nova Venécia”, finalizou.

Fonte: Jhon Martins / redenoticiaes

Leia mais

Leia também