Hospital Estadual de Urgência e Emergência ‘São Lucas’ inicia 2021 com melhorias no Centro Cirúrgico

O Hospital Estadual de Urgência e Emergência “São Lucas” (HEUE), em Vitória, gerenciado pela Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (Aebes), desde o último dia 18 de dezembro, inicia o ano de 2021 conquistando resultados positivos em melhorias de fluxos e processos da unidade. 

Entre as principais mudanças estão a otimização dos processos do Centro Cirúrgico, com o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento; otimização dos intervalos entre as cirurgias; monitoramento do giro de sala; redimensionamento da área física, com a reorganização das áreas internas do Centro Cirúrgico para melhoria dos fluxos e capacidade de atendimento; treinamentos com clínico e equipe assistencial, entre outras. 

“A realização de cirurgias é um processo estratégico para o HEUE, por ser um hospital referência em trauma. Com isso, temos o propósito de promover a interação entre as equipes assistências do Centro Cirúrgico e gerenciar os fluxos, com foco na agilidade dos processos e na segurança do paciente”, afirma a diretora-geral do Hospital, Melina Ferrari.

 

Hospital Estadual de Urgência e Emergência “São Lucas” 

O Hospital Estadual de Urgência e Emergência “São Lucas” (HEUE) é um hospital de porta aberta para o atendimento à população, sendo referência em trauma para a Região Metropolitana – principal hospital para atendimento às demandas do Samu 192 e do Corpo de Bombeiros. 

Entre as especialidades, a unidade conta com ortopedia, neurocirurgia, cirurgia vascular/angiologia, cirurgia geral, cirurgia torácica, clínica médica, anestesiologia e intensivista. O HEUE também dispõe de especialidades de apoio, como cirurgia bucomaxilofacial, nefrologia, infectologia, cardiologia e hematologia. 

Ao todo, são 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 14 de Unidade de Alta Dependência de Cuidados (UADC), 121 de enfermaria e 43 de Pronto-Socorro, com funcionamento 24 horas por dia. Os pacientes também podem contar com uma equipe multidisciplinar, durante o processo de reabilitação, que é composta por enfermeiro, técnico em enfermagem, terapeuta ocupacional, psicólogo, assistente social, farmacêutico, nutricionista, fisioterapeuta e fonoaudiólogo.

 

Sobre a Aebes 

A Aebes atua há mais de 60 anos prestando serviços de saúde à população do Estado, com transparência e seriedade, motivo pelo qual foi convidada pelo Governo do Estado para assumir a gestão do HEUE, em caráter emergencial. Atualmente, a Aebes gerencia outras três unidades hospitalares, sendo que duas delas possuem certificação máxima de excelência (ONA nível 3).

Leia mais

Leia também