Hospitais universitários federais recebem R$ 103 milhões da Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) vai liberar R$ 103 milhões para as unidades que formam a rede. O aporte faz parte do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) e é gerido pela estatal. O valor será utilizado tanto para custeio de insumos hospitalares quanto para investimentos.

A iniciativa já foi aprovada pelo Comitê Interno de Gestão do Programa. Os valores serão liberados pelos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS), órgãos responsáveis pelo financiamento do programa.

Segundo o MEC, pouco mais de R$ 3 milhões foram liberados para contratação de empresa especializada em desenvolver projetos de arquitetura. A ação, ainda de acordo com a pasta, tem como objetivo fazer uma análise das demandas físicas, aperfeiçoar a gestão documental de infraestrutura e possibilitar melhor gestão do patrimônio. 

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais. 

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Foto: Agência Brasil

Leia mais

Leia também