Homem é preso suspeito de ferir cachorro com faca em São Mateus

Um homem de 34 anos foi preso em São Mateus, no Norte do Espírito Santo, nesta segunda-feira (27), suspeito de ferir o próprio cachorro com uma faca. A reportagem é da TV Gazeta.

A denúncia de maus-tratos foi recebida por uma ONG da região, que acionou a Polícia Militar Ambiental (PMA). O cachorro foi resgatado e vai receber tratamento.

De acordo com o capitão da PMA de São Mateus, Fabrício Pereira, ao chegar ao local indicado pela denúncia, foi constatado que o animal tinha outros ferimentos e sinais de maus-tratos, já que muitas dessas feridas não estavam recebendo cuidados.

“Fomos até o local, onde constatamos a presença do cachorro e as lesões noticiadas. Ele tinha outros machucados. O proprietário do animal não soube explicar as lesões e alegou que não foi ele quem praticou as mesmas. No entanto, ele não cuidou do animal. Em laudo do veterinário que averiguou o animal, foi constatado que a ferida estava infectada, o que demonstra falta de zelo”, explicou o capitão.

O dono do cachorro conduzido até a Delegacia de São Mateus e autuado por maus-tratos a animais. Ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) do município, onde vai passar por audiência de custódia.

“Vamos encaminhar laudo que foi feito pelo veterinário à Polícia Civil, para que sirva como mais uma prova para o delegado conduzir o inquérito”, disse Fabrício.

O cachorro, apelidado de “Russo”, precisou ser sedado e levou pontos para fechar o ferimento, que não foi profundo. O tratamento dele será com antibiótico, anti-inflamatório e analgésico.

Atenção: imagem forte — Foto: G1

Cachorro foi ferido a golpes de faca pelo próprio dono em São Mateus, ES — Foto: Divulgação

Cachorro foi ferido a golpes de faca pelo próprio dono em São Mateus, ES — Foto: Divulgação

“Esse animal já chegou para a gente com trauma, com medo de pessoas. Nós preparamos uma caminha, água, ração, e deixamos ele do jeitinho que ele merece, como todo animal deve ser tratado”, explicou a voluntária da ONG, Fernanda Baldacini Tingo.

O capitão da PMA de São Mateus pediu que a população denuncie casos de maus-tratos a animais, para que a polícia possa agir e punir os responsáveis.

“A ocorrência de maus-tratos sempre ocorre. Convocamos a população, ao saber de algum vizinho, amigo, algum parente que está maltratando animal, que denuncie através do telefone 181”, finalizou.

O cachorro, apelidado de "Russo", precisou ser sedado e levou pontos para fechar o ferimento, que não foi profundo. — Foto: Divulgação

O cachorro, apelidado de “Russo”, precisou ser sedado e levou pontos para fechar o ferimento, que não foi profundo. — Foto: Divulgação

-->