Hitler praticava incesto e “golden shower”, segundo documentário


247 – Hitler era um sadomasoquista, viciado em pornografia e manteve uma relação incestuosa com uma sobrinha, Geli Raubal, a quem pedia para receber “golden showers” – fetiche de urinar em um parceiro. Isso é o que diz um novo documentário, veiculado na TV da Inglaterra na série documental “Hitler ‘s Secret Sex Life”, produzida pela Sky History, e que traz detalhes sobre a vida sexual do líder do partido nazista, em quatro episódios. A informação é do portal UOL. 

Segundo a série, Geli tinha apenas 17 anos quando foi morar na casa de Hitler, em 1925. Mesmo sendo 19 anos mais velho do que a filha de sua irmã, Hitler se interessou por ela e os dois tiveram um relacionamento sexual, que se acredita ter durado muitos anos.

Buscando mais detalhes sobre esse relacionamento até então obscuro, o documentário divulgou falas antigas de Otto Strasser, político que foi aliado de Hitler e teve contato com Geli. Segundo ele, a jovem foi obrigada a fazer coisas “simplesmente repulsivas”.

Leia mais

Leia também