Havana amanhece com ruas vazias e sem protestos


Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram as ruas de Havana tranquilas na manhã desta segunda-feira (12), ao contrário do que foi divulgado pela imprensa comercial a respeito de um levante com milhares de cubanos contra o governo de Miguel Díaz-Canel.

Veja o vídeo compartilhado pela jornalista Lisandra, da Telesur, que mostra as ruas de Havana, capital da ilha, tranquilas. 

As manifestações contra o governo cubrano concentraram-se nas pequenas cidades; nas maiores, as ruas foram tomadas por apoiadores do governo cubano, como mostra o vídeo abaixo compartilhado pela jornalista Johana de la Torre: 

Saiba mais 

Na tarde deste domingo, em San Antonio de los Baños, na província de Artemisa, um grupo saiu às ruas da cidade movido por campanhas difamatórias que são geradas nas redes sociais para provocar desestabilização no território de Cuba. 

Durante suas declarações, o Chefe de Estado denunciou a participação do governo dos Estados Unidos em tais episódios que estão ocorrendo contra Cuba e que se intensificaram, especialmente, durante a pandemia da covid-19.

Segundo Díaz-Canel, a mobilização contrarrevolucionária recebe suporte de agências norte-americanas para realizarem movimentos dentro do país. Pelo Twitter, o jornal Cubadebate apontou que alguns dos manifestantes contrários ao governo carregavam bandeiras dos Estados Unidos. “Um clássico dos protestos ‘espontâneos’ contra governos que não respondem aos interesses imperiais”, disse o periódico.

 

 

 

(Foto: Reprodução)

Leia mais

Leia também