Guru da cloroquina, médico francês Didier Raoult tem hospital investigado pela polícia


– A polícia da França deflagrou, nesta segunda-feira (14), uma operação de busca e apreensão no Institut hospitalo-universitaire (IHU) Méditerranée – ou Instituto do Hospital Universitário Mediterrâneo, em português -, hospital dirigido pelo médico Didier Raoult, guru da cloroquina.

De acordo com informações da France Bleu, em um relatório de 2019, uma agência anticorrupção francesa analisa ligações financeiras entre o instituto público IRD e o hospital de Raoult. 

O microbiologista ficou conhecido no ano passado por ser uma das principais vozes favoráveis ao uso da cloroquina para o tratamento de pessoas diagnosticadas com a Covid-19, medicamento sem comprovação científica para a doença.

Em setembro de 2020, a Sociedade de Patologia Infecciosa de Língua Francesa (SPILF) denunciou Raoult ao acusar o médico de “promoção indevida do medicamento”.

Ao comentar a operação da polícia francesa, o advogado de Raoult, Brice Grazzini, disse à mídia que, como diretor do hospital, seu cliente não está relacionado ao caso.


Leia mais

Leia também