Grupo chinês Alibaba está sob ameaça de maior multa na história da China


SputnikOs reguladores antitruste chineses planejam aplicar uma multa de valor recorde ao grupo Alibaba, segundo informou o jornal Wall Street Journal.

Foi revelado que a multa pode superar os US$ 975 milhões (R$ 5,4 bilhões) que a empresa norte-americana Qualcomm, acusada da concorrência desleal, pagou em 2015.

Além disso, o Alibaba será obrigado a abandonar a prática de “er xuan yi”, o que literalmente significa “escolher um de dois”. Uma das queixas é de que o Alibaba pressiona os comerciantes locais e os obriga a venderem os seus produtos apenas em sua plataforma, punindo-os se os venderem em plataformas rivais.

A Administração Estatal da China de Controle e Regulamentação do Mercado começou uma investigação antitruste em relação ao Alibaba no fim de 2020. A empresa expressou sua disposição de cooperar com as autoridades e prometeu continuar realizando sua atividade habitual apesar da investigação.

O Alibaba Group é a maior empresa de Internet da China, operando na esfera do comércio eletrônico desde 1999. O grupo possui as plataformas on-line Alibaba Pictures, AliExpress, Taobao e Tmall.

Sede da Alibaba em Hangzhou, China 14/10/2015 REUTERS/Stringer

Sede da Alibaba em Hangzhou, China 14/10/2015 REUTERS/Stringer (Foto: Reinaldo)

Leia mais

Leia também