Grávidas não buscam vacina contra Covid-19 e doses sobram em Colatina, Espírito Santo

 

A vacinação contra Covid-19 de grávidas e puérperas apresentou pouca procura em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, e três cidades vizinhas. A campanha está com doses sobrando. A informação é de Gabriela Fardin, da TV Gazeta.

A situação preocupante pode ser medida em números: nesta semana, apenas 300 mulheres das quatro cidades receberam o imunizante, sendo que a expectativa era vacinar 900 só em Colatina.

As explicações são o receio de tomar a vacina e também da necessidade de aguardar 14 dias de intervalo da vacina da gripe, segundo Deisiele Fornaciari, coordenadora municipal de Imunizações.

Para atender os municípios de Colatina, São Roque do Canaã, Marilândia e Governador Lindenberg, o estado encaminhou 1.380 doses da Pfizer. As aplicações estão sendo realizadas em um espaço em frente ao terminal de ônibus.

Segundo Deisiele Fornaciari, a prefeitura aguarda um posicionamento do governo estadual para saber qual a destinação das doses que estão sobrando, uma vez que o imunizante da Pfizer deve ser aplicado em até cinco dias após ser colocado em temperatura positiva, ou seja, só será possível ser utilizado até sexta-feira (21).

 


Leia mais

Leia também