Governo vai trabalhar para manter abastecimento e baixar o preço do arroz, afirma ministra

Governo vai trabalhar para para manter o abastecimento e baixar o preço do arroz, afirma ministra

Produção estimada para a próxima safra é de 12 milhões toneladas, um incremento de 7,2% em relação à safra anterior Foto: Mapa

“O governo vai trabalhar para manter o abastecimento e baixar o preço do arroz no País”, afirmou a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, durante reunião do Conselho de Governo, nessa terça-feira (8). De acordo com a ministra, a situação do setor vem sendo monitorada de perto pelo Mapa e não há previsão de falta do produto. “O arroz não vai faltar. Agora ele [o preço do arroz] está alto, mas nós vamos fazer ele baixar. Se Deus quiser, vamos ter uma super safra no ano que vem”.

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada ao Mapa, a produção de arroz estimada para a próxima safra (2020/21) é de 12 milhões toneladas, um incremento de 7,2% em relação à safra anterior. Para a safra 2020/21, que começa a ser comercializada em março de 2021, é esperada uma produção maior, com arrefecimento de preços no próximo ano.

A Conab informa que o País possui, atualmente, estoque para suprir o consumo interno. A companhia aponta que a alta de preços do arroz no varejo brasileiro é resultado da intensa valorização do grão no mercado.

Ainda de acordo a Companhia, historicamente, o segundo semestre, por se tratar de período de entressafra, possui cotações mais elevadas para o arroz. Entretanto, como a cotação interna já ultrapassa a paridade de importação dos principais mercados produtores do grão, é pouco provável que haja sustentação do atual patamar de preços no médio prazo.

Alíquota de importação

Em entrevista à emissora CNN Brasil, Tereza Cristina disse que o ministério vai encaminhar para o Comitê Executivo de Gestão (Gecex), da Câmara de Comércio Exterior (Camex), um pedido para zerar a alíquota de importação para permitir a entrada de 400 mil toneladas de arroz até o dia 31 de dezembro de 2020.

“A próxima safra começa a ser plantada hoje e esse arroz começa a ser colhido em meados de janeiro. Teremos uma safra bem maior, pois o agricultor vai plantar mais arroz porque teve um preço que remunerou a atividade. Então, ano que vem teremos um estoque bem maior do arroz”, disse a ministra.

Segundo a ministra, o Mapa também acompanha o desempenho de outros produtos, como a soja e o milho. “Estamos acompanhando e na hora certa agiremos para que não tenha falta de produtos. Até agora não temos nenhum tipo de problema”, ressaltou.

Na avaliação da Conab, além do aumento da demanda na pandemia, a valorização do produto pode ser explicada pelos elevados patamares de preço internacional anteriores à crise do Covid-19; pela desvalorização do Real perante o Dólar; a expressiva exportação de janeiro até julho deste ano; a menor disponibilidade de importação de arroz dos parceiros do Mercosul; e a redução de área plantada no Brasil com esta cultura nas últimas duas safras, resultado das baixas rentabilidades identificadas nos últimos anos.

 

Com informações do Ministério da Agricultura

Leia mais

Espírito Santo chega a 2.823 mortes e 83.084 curados com 96.949 casos de Coronavírus

O Espírito Santo registrou, até esta quinta-feira (13), 2.823 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 96.949. O índice de letalidade...

Governo assina Ordem de Serviço para reforma em escolas da Serra

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Sedu), autoriza, nesta quarta-feira (17), a...

Proprietários rurais vão ter que atualizar dados cadastrais dos imóveis

A partir deste sábado (1/08), os proprietários de imóveis rurais de todo o país devem atualizar o cadastro de suas propriedades inscritas no Sistema...

Saúde: Confira como vão funcionar os serviços no feriado de Corpus Christi

Devido ao feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira (11), e o ponto facultativo, decretado pelo Governo...

Leia também

Zimbábue: marido perde esposa após “emprestá-la” para o cunhado

Novo casal Um homem que estava passando por dificuldades financeiras, decidiu “emprestar” a esposa ao cunhado em troca de comida, bebida e dinheiro para pagar as taxas...

14 partidos têm candidatos a vereador em Nova Venécia

O Cartório Eleitoral, de Nova Venécia, acaba de divulgar a relação da quantidade de solicitação de registro de candidaturas, por Partido, para a disputa...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Domingo (27) tem previsão de chuva na região Norte do país

Neste domingo (27), o tempo segue com chuva em grande parte da região Norte do país, com chance de fortes temporais. Tempo firme fica...

Nordeste segue com chuvas restritas à costa leste da região, neste domingo (27)

No Nordeste brasileiro, a previsão do tempo para este domingo (27) é de chuva na costa leste da região, entre Natal (RN) e o...