Governo sanciona medida provisória que moderniza Lei dos Portos

Governo sanciona medida provisória que moderniza Lei dos Portos

Entre as principais mudanças está a flexibilização na gestão de contratos de arrendamento Foto: Antaq

O Governo Federal sancionou, nessa terça-feira (25/8), a Medida Provisória 945/20 que altera a Lei dos Portos promovendo uma minirreforma na legislação. A lei também traz regras para o funcionamento dos portos durante a pandemia, especialmente o afastamento e a indenização de trabalhadores avulsos de grupos de risco ou com sintomas de Covid-19.

Entre as principais mudanças está a flexibilização na gestão de contratos de arrendamento. A partir de agora, poderá haver dispensa de licitação nos arrendamentos portuários quando for identificado apenas um interessado na exploração da área. Neste caso, a contratação poderá se feita por meio de chamamento público.

A licitação também será dispensada para o uso temporário, por 48 meses, de área e instalações portuárias destinadas à movimentação de cargas por parte de empresas com mercado não consolidado (que não operam regularmente no porto). A medida visa atrair novas cargas e diminuir a ociosidade de áreas portuárias.

A lei também confere à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) a competência para regulamentar outras formas de exploração de áreas e instalações portuárias não previstas na legislação. Atualmente, a agência dispõe apenas do contrato de arrendamento para a ocupação de instalações portuárias.

Outra mudança importante estabelece que os contratos de concessão celebrados entre a concessionária e terceiros, inclusive os que tenham por objeto a exploração de instalações portuárias, serão regidos pelas normas de direito privado. Dessa forma, não se estabelecerá qualquer relação jurídica entre os terceiros e o poder concedente (Antaq).

Trabalhadores portuários

Para os trabalhadores portuários avulsos (TPAs), além das regras para afastamento decorrente da Covid-19, a lei contém duas medidas importantes. A partir de agora a escalação desses trabalhadores para operações de carga e descarga nos portos será feita por meio eletrônico, de forma remota (como aplicativos de celular), fazendo com que o profissional somente compareça ao porto na hora do trabalho.

O texto estabelece, ainda, que havendo indisponibilidade devido à greve ou operação-padrão, o operador portuário poderá contratar livremente trabalhadores com vínculo empregatício por até 12 meses para a realização de determinados serviços, como capatazia e conferência de carga.

Com informações do Ministério da Infraestrutura

Leia mais

Auxílio Emergencial chega a 55,9 milhões de pessoas

Lote da primeira parcela do Auxílio Emergencial está sendo pago para mais 8,3 milhões de beneficiários entre 19...

Preços elevados podem tirar do mercado medicamento essencial para hemodiálise, alerta ABCDT

A Associação Brasileira de Centros de Diálise e Transplante (ABCDT) comunicou ao Ministério da Saúde que a heparina, insumo essencial para tratamentos de hemodiálise,...

Ifes lidera classificação das melhores notas no Enem entre os institutos federais

1 de 1 Entre as 50 escolas públicas de todo o país com as melhores notas no Enem 2019, nove são campi do Ifes —...

DIVERSÃO EM PAUTA: Repleto de ação, “Um Espião Animal” estreia como paródia a filmes clássicos da espionagem

Lance Sterling é o espião mais famoso e preparado dos Estados Unidos. Após voltar de uma missão e ter sua fidelidade questionada, ele conhece...

Leia também

Equipe do SESI Canaã Goiânia recebe prêmio de Melhor Proposta de Impacto Social em torneio de robótica com foco na prevenção à Covid-19

A equipe de garagem do SESI Canaã Goiânia, Aghaton, foi premiada no Torneio SESI de Robótica – Desafio Covid-19 com o prêmio de Melhor...

Projeto de filtro sanitizante para vaso sanitário, de Birigui-SP, vence desafio de robótica voltado para prevenção ao coronavírus

Com o projeto de um filtro sanitizante para vaso sanitário, alunos da unidade do SESI de Birigui, em São Paulo, venceram o Torneio SESI...

Famílias assentadas terão novo crédito habitacional

Um total de R$ 340 milhões para essa linha de crédito já está disponibilizado para os assentados Foto: PR Um novo crédito habitacional para famílias...

PL que institui programa de recuperação tributária aguarda parecer na Câmara desde junho

Com a promessa de preservar negócios e manter emprego e renda no atual cenário econômico, o projeto de lei que institui o Programa Extraordinário...