Governo repassa crédito de R$ 220 milhões para agricultura familiar

Compartilhe

Agricultura familiar

A estimativa é de que 27 mil agricultores familiares de todo o país sejam beneficiados e mais de 1,8 mil entidades recebam os alimentos
– Foto:
Ministério da Cidadania

O Governo Federal quer garantir a renda de agricultores familiares e ao mesmo tempo levar comida a famílias em situação de vulnerabilidade social, diante dos efeitos econômicos do novo coronavírus. Por isso, o Ministério da Cidadania repassou R$ 220 milhões para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O termo de descentralização dos recursos foi publicado no Diário Oficial da União, da terça-feira (26). 

Os recursos são voltados para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que possui duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. A estimativa é de que 27 mil agricultores familiares de todo o País sejam beneficiados e mais de 1,8 mil entidades recebam os alimentos.

Os alimentos adquiridos serão doados a entidades da rede socioassistencial, a equipamentos públicos de alimentação, como restaurantes populares e Bancos de Alimentos, além da rede pública de saúde e educação. 

“O PAA permite a comercialização de mais de três mil itens alimentares produzidos pela agricultura familiar, garantindo o escoamento dessa produção e a garantia de renda aos produtores”, afirma a diretora substituta do Departamento de Compras Públicas da Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural do Ministério da Cidadania, Elisângela Sanches.

A execução será feita por meio da modalidade Compra com Doação Simultânea. Ou seja, as cooperativas e associações elaboram um projeto com as variedades e quantidades de seus produtos e apresentam à Conab. Se aprovado, recebem o recurso para a compra dos alimentos e depois fazem a distribuição para as entidades.

Medida Provisória

Os recursos extraordinários foram garantidos por meio da Medida Provisória 957/2020, publicada em 27 de abril e assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Na ocasião, foi aberto um crédito extraordinário no valor de R$ 500 milhões em favor do Ministério da Cidadania para ações de segurança alimentar e nutricional, no âmbito do enfrentamento ao novo coronavírus.

Com informações do Ministério da Cidadania

 

Leia também

‘Luz na Infância’: operação contra pornografia infantil cumpre mandados em 13 estados e seis países

  Fase anterior da Operação Luz da Infância, em 2020 — Foto: IGP/Divulgação O Ministério da Justiça e Segurança Pública...

‘É difícil, na minha idade, me ver como mãe’, diz adolescente grávida

  Taislane, grávida aos 14 anos, sentada na cama de casa em que vive com a mãe Uma menina cheia...

Julho Amarelo: conscientização para combater hepatites virais

O mês de julho é destinado ao alerta à população sobre as hepatites virais, doenças associadas à cirrose hepática e ao...

Operação ‘Luz na Infância 9’ detém quatros homens em flagrante no Espírito Santo

Por Brenda Corti A Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), deflagrou, na manhã dessa quinta-feira (30), a...

Relembre o assassinato de Daniella Perez, que completa 30 anos e que mudou o país

GUILHERME GENESTRETI SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Naquele verão de janeiro de 1993, o Nirvana, então mais importante...

Barra de São Francisco recebe mais um equipamento agrícola da Seag

Um grupo de vereadores de Barra de São Francisco esteve representando o prefeito Enivaldo dos Anjos na solenidade...

Bruno Gagliasso compra 20 toalhas com rosto de Lula para presentear amigos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Bruno Gagliasso,40, afirmou que comprou 20 toalhas estampadas com o rosto...

Nova Venécia receberá R$ 57 milhões de investimento em obras

  A Prefeitura de Nova Venécia recebeu o Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo...