Governo quer reduzir gastos com aluguel de imóveis

Governo quer reduzir gastos com aluguel de imóveis

Redução nos próximos três poderia ser de até R$ 1,3 bilhão Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O governo quer reduzir os gastos com aluguel de imóveis e com isso economizar R$ 1,3 bilhão nos próximos três anos. E para saber como será possível reduzir os custos, o Ministério da Economia solicitou aos órgãos e entidades do Executivo Federal que façam a atualização cadastral da ocupação de imóveis no Sistema de Gerenciamento do Patrimônio Imobiliário de Uso Especial da União (SPIUNet). Esse processo será realizado em dois momentos. É o que determina a Portaria nº 38 publicada no Diário Oficial da União.

Até 10 de setembro, serão coletadas as informações relativas aos imóveis situados no Distrito Federal; e, até 10 de dezembro, os dados referentes aos imóveis situados nos estados da Federação.

Esse levantamento, como explicou o secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, Fernando Bispo, é importante para saber aonde é possível reduzir os custos. “Haverá o levantamento dos dados que promoverão uma melhor ocupação da Administração Pública dos imóveis da União. Isso significa uma ocupação mais eficiente e com maior racionalidade, aproveitando as oportunidades, inclusive, com a inclusão do teletrabalho na administração pública”, disse.

O cadastramento deverá ser feito para cada imóvel nos casos de ocupação de prédios em diferentes endereços. No sistema, os órgãos devem inserir informações, como o endereço completo, área ocupada em metros quadrados, área útil da edificação, área de escritórios, estacionamento com o número de vagas e a quantidade de servidores em rotina presencial e semipresencial.

Para imóveis alugados de terceiros, o recadastramento será feito pelo órgão responsável pelo contrato de locação.

 

Outros poderes

 

Órgãos dos poderes Legislativo, Judiciário, do Ministério Público da União e empresas estatais também poderão participar do programa de gestão de ocupação otimizada e compartilhada dos imóveis. Para isso, será necessário assinar um termo de adesão.

Leia mais

NORONHA: UM CARA DO BEM

    Noronha era um bom homem. Lembro-me de te-lo conhecido na Igreja Batista Filadelfia, quando lá freqüentava. Sempre simpático e prestativo marcava ponto na Relojoaria...

Brasil tem 125.502 mortes por causa do coronavírus

O Ministério da Saúde divulgou os números a respeito da pandemia da Covid-19 no Brasil. De acordo com as informações apresentadas, o país registrou...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo quente e seco, nesta quarta-feira (22)

O tempo quente e seco predomina na região Centro-Oeste do país, nesta quarta-feira (22), em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito...

Super bebê capixaba: o ‘pequeno’ Luís Fernando surpreendeu família e médicos com peso e tamanho

A chegada de um bebê é sempre motivo de felicidade para as famílias. Antes mesmo do...

Leia também

Vacina da Pfizer contra Covid-19 entra na última fase de testes clínicos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou que as empresas farmacêuticas Pfizer e BioNTech prossigam para a fase 3 do estudo clínico da...

Prazo para cadastrar barragens está acabando em Goiás

O prazo estabelecido pelo Governo de Goiás para cadastramento de barragens está chegando ao fim. Por isso, até o dia 30 de setembro deste...

Operação Focus investiga origem das queimadas no Pantanal

Técnicos do Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul, da Perícia Técnica da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do estado, agentes...

RS: Malha de gasodutos foi expandida em 4,3 km neste ano

No Rio Grande do Sul, na região entre Três Coroas e Gramado, a malha de gasodutos já foi expandida em 4,3 quilômetros desde o...