Governo publica orientações para retomada segura de atividades

Governo publica orientações para retomada segura de atividades

Segundo a portaria, os setores de atividades também devem elaborar e divulgar protocolos e planos de ação específicos para reabertura
– Foto:
Agência Brasil

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira (19) uma portaria com orientações gerais para a retomada segura das atividades econômicas em todo o país e o convívio social neste momento de pandemia do novo coronavírus. 

O documento recomenda que a retomada ocorra de forma segura, gradativa, planejada, regionalizada, monitorada e dinâmica, considerando as especificidades de cada setor e dos territórios, de forma a preservar a saúde e a vida das pessoas.

São recomendações para gestores, órgãos de saúde, empresas de transporte, estabelecimentos comerciais de todos os setores e também para a população.

Cabe às autoridades locais e aos órgãos de saúde locais decidir, após avaliação do cenário epidemiológico e capacidade de resposta da rede de atenção à saúde, quanto à retomada das atividades.

Segundo o secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, a intenção é evitar a disseminação da doença neste momento de abertura das atividades.

“São orientações gerais visando à prevenção, ao controle e à mitigação da transmissão da Covid-19; e à promoção da saúde física e mental da população brasileira, de forma a contribuir com as ações para a retomada segura das atividades e o convívio social seguro”, disse o secretário.

“Esta é uma portaria ampla que atende e orienta a qualquer atividade. Até a convivência em um condomínio, em um salão de festa, até o uso de um espaço público. Ela orienta para que quando o gestor flexibilizar as ações, ele vai conseguir, com medidas de prevenção, mitigar a contaminação coletiva da população. E é obvio, que baseado nessas condições, ele dê um passo atrás se houver aumento da contaminação”, complementou o secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco.

O documento, elaborado pelo Ministério da Saúde, foi construído em parceria com secretários estaduais e municipais de Saúde.

Setores de atividades

Segundo a portaria, os setores de atividades também devem elaborar e divulgar protocolos e planos de ação específicos para reabertura, de acordo com os riscos avaliados, e disponibilizar estrutura adequada para a higienização das mãos, como lavatório, álcool 70% e toalha de papel.

Além disso, devem implementar medidas de triagem antes da entrada dos consumidores nos estabelecimentos, como aferição de temperatura corporal; e adotarem equipamentos de proteção individual, como máscaras cirúrgicas.

E também medidas de distanciamento social que permitam pelo menos um metro entre pessoas em todos os ambientes, internos e externos, ressalvadas as exceções em razão da especificidade da atividade ou para pessoas que dependam de acompanhamento ou cuidados especiais, como crianças, idosos e pessoas com deficiência.

A portaria recomenda ainda que cada estabelecimento desenvolva seu plano de ação para reabertura gradativa da atividade, incluindo a possibilidade de desmobilizar o processo de abertura, em função de mudanças no contexto local de transmissão da Covid-19.

Cuidados Gerais a serem adotados individualmente pela população, de acordo com a portaria:

– Lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou, alternativamente, higienizar as mãos com álcool em gel 70% ou outro produto, devidamente aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

– Usar máscaras em todos os ambientes, incluindo lugares públicos e de convívio social. E evitar tocar na máscara, 

nos olhos, no nariz e na boca.

– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como aparelhos telefones celulares, máscaras, copos e talheres, entre outros.

– Evitar situações de aglomeração.

– Manter os ambientes limpos e ventilados.

– Manter distância mínima de um metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social.

– Se estiver doente, com sintomas compatíveis com a Covid-19, evitar contato físico com outras pessoas, incluindo os familiares, principalmente, idosos e doentes crônicos, buscar orientações de saúde e permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias.

Transporte Público

A portaria também recomenda a adoção de medidas por parte da população no uso de transporte coletivo para conter a disseminação da doença. São elas:

– Manter o distanciamento social e evitar a formação de aglomerações e filas no embarque e no desembarque de passageiros;

– Adaptar o número máximo de pessoas por unidade de transporte para manter a segurança e a distância mínima entre os passageiros;

– Incentivar o uso de máscaras de proteção para todos que utilizem o transporte coletivo;

– Manter preferencialmente a ventilação natural dentro dos veículos e, quando for necessária a utilização do sistema de ar condicionado, deve-se evitar a recirculação do ar e realizar rigorosamente a manutenção preventiva;

– Realizar regularmente a limpeza e desinfecção do veículo;

– Fornecer o uso frequente de álcool 70% para higienização das mãos de condutores e passageiros nos veículos e pontos de embarque e desembarque de passageiros.

O documento destaca ainda que retomar as atividades e o convívio social são fatores importantes para garantir a saúde mensal e física das pessoas.

 

Leia mais

AM: Novas diretrizes em licitações possibilitaram economia aos cofres públicos, afirma governo estadual

A implementação de novas diretrizes para a realização de licitações no governo do Amazonas possibilitou a redução dos preços de produtos e serviços contratados...

Ibama lança sistema antifraude para combater o desmatamento

Sistema permite o rastreamento da madeira até o seu local de origem, auxiliando no combate ao desmatamento ilegal. Foto: Ministério do Meio Ambiente O Instituto...

Digitalização no serviço público pode ser considerada “bom legado” da pandemia

Mais do que uma novidade a ser implementada, a Transformação Digital tem se mostrado uma necessidade a ser oferecida por estados, municípios, Governo Federal...

Operação da Polícia Civil prende integrantes de quadrilha que manteve família refém e roubou 250 sacas de café no interior de Vila Valério

Uma operação da Polícia Civil resultou na prisão de cinco integrantes de uma quadrilha responsável pelo...

Leia também

Projeto de reconstrução do Casarão do Barão de Aymorés será apresentado ao Governo do Estado

Engenheiro idealizador do projeto é bisneto do Barão de Aymorés e buscou parte da inspiração para o planejamento do trabalho, através de lembranças de...

‘Corrupção deve ser praticada’, diz candidato em debate

Uma gafe cometida pelo deputado estadual Wallber Virgolino...

Vacina da Pfizer contra Covid-19 entra na última fase de testes clínicos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou que as empresas farmacêuticas Pfizer e BioNTech prossigam para a fase 3 do estudo clínico da...

Prazo para cadastrar barragens está acabando em Goiás

O prazo estabelecido pelo Governo de Goiás para cadastramento de barragens está chegando ao fim. Por isso, até o dia 30 de setembro deste...