Governo propõe aumento de cerca R$ 1,7 bi no orçamento do Ministério da Educação para 2021

O Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2021, encaminhado pelo governo federal ao Congresso Nacional, prevê que o Ministério da Educação contará com verba total de R$ 144,538 bilhões para o próximo ano, aproximadamente R$ 1,7 bilhão a mais do que o orçamento da área neste ano.  O governo cogitava aplicar mais recursos no Ministério da Defesa em detrimento da pasta da Educação, o que gerou forte reação de especialistas. Após o recuo, a pasta contará com R$ 116,127 bilhões em 2021.

No entanto, levando-se em conta apenas as despesas discricionárias, ou seja, aquelas que não são obrigatórias, haverá um recuo de R$ 1,8 bilhão no total de recursos, e o Ministério da Educação contará com um total de R$ 19,9 bilhões em 2021 para aplicar onde achar melhor. 

De acordo com o Instituto Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado, são consideradas despesas discricionárias do Ministério da Educação, por exemplo, a concessão de bolsas de pesquisas no ensino superior, exames como o Prova Brasil e o Enem, investimentos no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). 

Felipe Poyares, assessor de relações governamentais do Todos Pela Educação, diz que os gastos não obrigatórios na área vêm sofrendo retração desde 2019. “Como o governo Federal executou abaixo do que deveria em 2019 e 2020, isso pode ter gerado a falsa sensação de que esses recursos não são necessários e, por isso, eles foram cortados para 2021. Então vemos com preocupação esses cortes, por julgamos essas despesas bem importantes”, explica Felipe.

Ajuste fiscal

Segundo o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, no próximo ano o governo federal continuará com o foco de manter um forte ajuste fiscal nas contas públicas e continuará respeitando o teto de gastos. A medida prevê que o gasto máximo que o governo pode ter não pode ultrapassar a inflação do ano anterior. 

“O dever de casa [a ser feito pelo governo federal] consiste em ajuste fiscal, transparência, atendimento ao teto de gastos e não descuidar da área fiscal, mesmo os investimentos deverão ocorrer com rigidez.”

Novo Fundeb prevê complementação de 23% da União

Recessão econômica gerada pela pandemia impactou financiamento do Fundeb

Fundeb

O novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), que entra em vigor em 2021, também está no orçamento para a educação no próximo ano. Segundo a proposta, o programa contará com uma complementação do governo federal superior a R$ 19,6 bilhões.  

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Leia mais

Codevasf amplia atuação em regiões ribeirinhas de 15 estados e do DF

O presidente Jair Bolsonaro sancionou projeto lei que inclui diversas bacias hidrográficas na área de atuação da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São...

Ministério da Economia divulga orientações para empregadores durante a pandemia

Ministério publicou orientações para trabalhadores e empregadores em relação aos cuidados a serem tomados durante o período de...

Maio teve aumento de 60% no número de enterros na Grande Vitória, diz sindicato

Para o Sindefes, a ocorrência da Covid-19 tem claro impacto nesse aumento. Em Vila Velha, prefeitura contratou vagas em cemitério particular. Por Roger Santana e...

Duas pessoas foram detidas pela PM e PC com revolver, drogas e dinheiro no Norte do ES

Um jovem de 19 anos foi detido por militares do 2º Batalhão, na manhã desta quinta-feira (23/04/2020), após cumprimento de mandado de prisão temporária...

Leia também

Veneciano é candidato a vereador em Rio Branco, capital do Acre

O empresário e farmacêutico veneciano, Alexandre Thomazini, tentará, pela segunda vez, uma vaga na Câmara de Vereadores do município de Rio Branco, capital do...

Rede de assistência social já recebeu cerca de R$ 1 bilhão para enfrentamento da Covid-19

O recurso emergencial tem como objetivo aumentar a capacidade de resposta do Sistema Único de Assistência Social. O Governo Federal já repassou aos municípios brasileiros...

Brasil terá primeiro escritório da Organização Mundial do Turismo na América Latina

Escritório regional será o primeiro na América Latina. Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil A Organização Mundial do Turismo (OMT), agência das Nações Unidas especializada...

Espírito Santo chega a 120.714 curados e 3.538 mortes em 130.714 casos confirmados de Covid-19

O Espírito Santo registrou, até esta terça-feira (29), 3.538 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 130.714. O índice de letalidade...