Governo oferece bolsas de iniciação científica

d530b836-e505-47a6-9add-56496cf98bfd.png

Estudantes de graduação e do ensino médio poderão concorrer a mais de 30 mil bolsas para a iniciação científica ofertadas pelo CNPq.
– Foto:
MJSP

Estudantes de graduação e do ensino médio poderão concorrer a mais de 30 mil bolsas para a iniciação científica ofertadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Estão abertas duas chamadas públicas voltadas à área de graduação para selecionar instituições interessadas em participar. Uma com 26 mil bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). A outra, com 800, é dirigida aos estudantes que ingressaram na graduação por meio de políticas de ação afirmativa. O valor da mensalidade das bolsas é de R$ 400.

Uma terceira chamada destinará quase seis mil bolsas de Iniciação Científica Júnior para alunos do ensino médio. A bolsa mensal é de R$ 100.

As bolsas deverão ser utilizadas entre agosto de 2020 e julho de 2021. A submissão de propostas vai até 24 de junho e deve ser feita, exclusivamente, pelo Representante Institucional de Iniciação Científica (RIC). Os projetos podem abranger qualquer área do conhecimento. No momento, está sendo feita a seleção das instituições participantes do programa.

Com as iniciativas, o Governo Federal busca incentivar a integração do estudante à cultura científica, ampliar as chances de inserção no mercado trabalho, o desenvolvimento científico em áreas estratégicas para o País, além de popularizar a ciência para diferentes tipos de público.

O estudante Dionísio Amorim Neto disse que contou com o apoio de bolsas de iniciação científica na graduação e segue como bolsista durante a pós-graduação. Cursando mestrado em Biologia na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), ele afirmou que as bolsas são fundamentais para os estudantes e para o desenvolvimento da ciência no País.

“Minha relação com as bolsas de pesquisa vem desde a época da graduação por meio das bolsas de iniciação científica concedidas pelo CNPq. Se hoje eu escolhi e posso trilhar uma carreira científica é porque lá atrás e hoje eu tenho o apoio financeiro dessas agências de fomento”, afirmou Dionísio Amorim.

E completou: “Falo, com toda certeza, que a as bolsas são um dos pilares fundamentais da ciência brasileira e que sustenta e promove toda a construção de um capital humano”.

De acordo com o CNPq, o número de bolsas das chamadas públicas abertas representa um acréscimo de mil bolsas do PIBIC em relação ao total concedido no último ano.

 

Leia mais

Decreto nº 180 – libera funcionamento de lanchonetes em Barra de São Francisco

DECRETO Nº 180 - DE 01 DE JULHO/2020 – DISPÕE SOBRE A FLEXIBILIZAÇÃO DAS MEDIDAS PARA ENFRENTAMENTO DA COVID-19 EM BARRA DE SÃO FRANCISCO MUDANÇA...

Hospital Infantil de Vila Velha inaugura novo lactário

O Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, concluiu as...

Polícia prende dois indivíduos suspeitos de participarem do assalto ao Correios de Águia Branca

Veículo utilizado no assalto Uma operação do 5º Batalhão...

Leia também

Homem é preso após tentar assaltar policial de férias em Nova Venécia

Um jovem de 22 anos foi preso pela PM após tentar assaltar um militar na noite deste sábado (26), no bairro Aeroporto, em Nova...

Mulher não aceita fim de relacionamento e pula sobre carro em Barra de São Francisco; vídeo

Uma cena de ciúmes movimentou o centro de Barra de São Francisco/ES, no trecho próximo ao Restaurante A Salutte, neste domingo, 27. Uma mulher,...

PM apreende arma de fogo no interior de Nova Venécia

Na tarde deste sábado (26), militares da Força Tática do 2° batalhão apreenderam uma arma de fogo no interior de Nova Venécia. Uma pessoa...

Homem é assassinado com golpes de arma branca e tem crânio esmagado no interior de Conceição da Barra

Um homem, de 37 anos, foi morto, na madrugada desse sábado (26), no bairro São Jorge, na localidade de Braço do Rio, interior de...