Governo lança canais digitais de atendimento contra a violência doméstica durante a pandemia

Governo lança canais digitais de atendimento contra a violência doméstica durante a pandemia

Ministra Damares Alves anunciou as plataformas durante coletiva à imprensa, no palácio do planalto.
– Foto:
Willian Meira/Ascom MMFDH

Para combater a violência familiar e doméstica durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) está tomando medidas emergenciais. Nessa quinta-feira (2), o ministério lançou plataformas digitais dos canais de atendimento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH).

Saiba mais sobre a coletiva de imprensa, realizada no dia 2, sobre as ações de enfrentamento no combate ao Covid-19

Com a novidade, a Ouvidoria amplia o alcance dos serviços do Disque 100 e do Ligue 180 para o meio digital com o lançamento do aplicativo Direitos Humanos Brasil e de portal exclusivo. A medida visa enfrentar um dos fenômenos observados em outros países que também passam por período de confinamento: com agressores e vítimas sob o mesmo teto 24h por dia, a busca por canais de denúncia via telefone tende a diminuir, uma vez que a pessoa agredida não consegue pedir ajuda reservadamente.

Para a ministra Damares Alves, trazer para o mundo digital os serviços do Disque 100 e do Ligue 180 é um passo fundamental para combater a violência doméstica. “Todos nós estamos trabalhando incansavelmente e buscando soluções diante dos novos desafios. Com essas medidas, queremos ampliar a rede de acolhimento e proteção dos direitos humanos para garantir a efetividade das políticas públicas”, disse a ministra.

“Além da própria vítima, será fundamental a participação dos vizinhos e de toda a sociedade nesse momento, para que denunciem as situações de violência. Tanto no site, quanto no aplicativo, será possível enviar fotos, vídeos e documentos que comprovem a situação de violência”, explicou o ouvidor nacional de Direitos Humanos, Fernando Pereira.

O ouvidor nacional dos direitos humanos também destacou que, em uma segunda versão, que será disponibilizada em breve, serão adicionadas funcionalidades para pessoas com deficiência e analfabetos.

“Com o aumento do número de ligações recebidas na Ouvidoria por conta do novo coronavírus, juntamos esforços para fazer o lançamento do app e do site o mais breve possível. Ainda adicionaremos funcionalidades como chat, vídeo chamada em Libras e gravação de denúncias em áudio, garantindo a acessibilidade e a abrangência do serviço”, disse.

Aplicativo 

Batizado de Direitos Humanos BR, o aplicativo está disponível para os sistemas Android e IOS e apresenta um passo a passo completo para que o denunciante registre a reclamação de maneira prática e segura.

Após fazer um breve cadastro, o denunciante pode registrar violências contra mulheres, crianças ou adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência e outros grupos sociais. Há a opção de anexar arquivos, como fotos e vídeos.

Site

O site ouvidoria.mdh.gov.br que também poderá ser acessado dos endereços disque100.mdh.gov.br e ligue180.mdh.gov.br, além de ofertar os serviços usuais, disponibiliza áreas com indicadores sobre violências com base em levantamentos feitos pela ONDH, notícias relacionadas com o tema e perguntas frequentes.

Esta última área apresenta informações diretas e relevantes, relacionadas com direitos do idoso e da mulher, definições de algumas doenças e até como lidar com vítimas.

Outra inovação importante para brasileiros que se encontram fora do País foi a ampliação do Disque 100 para o exterior. O serviço já está disponível para outros 50 países. Antes, o serviço era restrito ao Ligue 180, para atendimento de mulheres brasileiras em situação de violência doméstica. Além de receber denúncias, o canal de atendimento também fornece informações sobre eventuais pedidos de ajuda.

 

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Leia mais

Governo reduz lista de documentos para contratação e renegociação de créditos públicos

A medida vai valer até o dia 30 de setembro – Foto: ...

Espírito Santo registra primeira morte por Novo Coronavírus, segundo Renato Casagrande

A informação foi divulgada pelo governador do Estado,...

Secretaria da Educação cria Programa de Atividades Pedagógicas Não Presenciais para alunos da Rede Estadual

Com a suspensão das aulas presenciais para conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID-19) e o fim do...

Presidente da Renova será convocado pela CPI da Sonegação

O engenheiro florestal André de Freitas, que assumiu...

Leia também

Polícia apreende moto clonada também em Barra de São Francisco

No último sábado, 11 de julho de 2020, policiais de Barra de São Francisco avistaram uma motocicleta NXR 160 BROS estacionada de maneira irregular...

ES tem novo 1º lugar em ranking de transparência de dados da Covid-19

O Espírito Santo é mais uma vez 1º lugar na divulgação dos dados referentes à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).  É o que mostra a versão...

Polícia apreende moto clonada em Água Doce do Norte

No último sábado, 11 de julho de 2020, durante patrulhamento no centro de Água Doce do Norte, foi avistada pela guarnição uma motocicleta CG...

Mais uma moto clonada é apreendida em Ecoporanga

No último sábado, 11 de julho de 2020, durante patrulhamento pelas ruas do município de Ecoporanga, os militares avistaram uma motocicleta HONDA CG 160...