Governo lança ação para confecção de materiais de prevenção ao coronavírus

Governo lança ação para confecção de materiais de prevenção ao coronavírus

Ação visa entregar materiais à população de mais vulnerável.
– Foto:
Arquivo/EBC

O Governo Federal, por meio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) iniciou, nessa quarta-feira (8), a ação “Tecidos para confecção de materiais de prevenção ao Covid-19”.

Em parceria com o programa Pátria Voluntária e com os Correios, a campanha da Secretaria Nacional de Política para as Mulheres (SNPM) consiste na disponibilização de tecidos para a confecção de diversos materiais que serão distribuídos à população mais vulnerável durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Máscaras para proteção, toucas para uso pessoal, mochilas para distribuição de kits para moradores de rua com manta, colchonete ou saco para dormir serão confeccionados.

“É uma ação louvável do nosso ministério e todos os nossos parceiros. Eu quero conclamar todos a se inscrever e nos ajudar. É hora de união”, destacou a ministra Damares Alves.

Os Correios, que já são parceiros da SNPM no projeto “Salve uma Mulher”, iniciaram a primeira etapa da ação, com a disponibilização de 5 toneladas de tecidos. “O trabalho une solidariedade e prevenção para atender justamente quem mais precisa de ajuda nesse momento de pandemia”, ressaltou a secretária nacional de políticas para as mulheres, Cristiane Britto.

A ação conta com o apoio da Virada Feminina de São Paulo, que já mobilizou diversas instituições interessadas em confeccionar os materiais.

Podem participar da ação: estados, municípios e o Distrito Federal; associações, sociedades cooperativas capacitadas para execução das atividades de interesse público e de cunho social; organizações religiosas que se dediquem a atividades ou a projetos de interesse público e de cunho social; entidade privada, que tenha expertise na ação a ser desenvolvida e deseje oferecer seu conhecimento.

As instituições voluntárias deverão comprovar que possuem o espaço físico, os recursos humanos e o maquinário necessário para a realização da ação. Os interessados devem ainda seguir as orientações do Ministério da Saúde, no que se refere aos cuidados com voluntários e a produção de máscaras.

Como participar: As instituições interessadas em confeccionar ou distribuir os materiais devem se cadastrar na plataforma do Programa Pátria Voluntária e aguardar o envio de comunicado confirmando adesão à campanha.

A fase seguinte é a retirada dos tecidos. Os responsáveis devem se dirigir a uma das sedes dos Correios, que estão localizadas nas capitais do país. Cada instituição poderá retirar até 20 kg por costureira.

As instituições que optarem por confeccionar o material, devem realizar a higienização antes da entrega.

 

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Tags: #Coronavirus#CoronavirusNoBrasilPatria Voluntária

Conteúdo relacionado

  • Governo lança canais digitais de atendimento contra a violência doméstica durante a pandemia
  • Auxílio emergencial começa a ser pago na quinta-feira (9)

O Governo Federal, por meio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) iniciou, nessa quarta-feira (8), a ação “Tecidos para confecção de materiais de prevenção ao Covid-19”.

Em parceria com o programa Pátria Voluntária e com os Correios, a campanha da Secretaria Nacional de Política para as Mulheres (SNPM) consiste na disponibilização de tecidos para a confecção de diversos materiais que serão distribuídos à população mais vulnerável durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Máscaras para proteção, toucas para uso pessoal, mochilas para distribuição de kits para moradores de rua com manta, colchonete ou saco para dormir serão confeccionados.

“É uma ação louvável do nosso ministério e todos os nossos parceiros. Eu quero conclamar todos a se inscrever e nos ajudar. É hora de união”, destacou a ministra Damares Alves.

Os Correios, que já são parceiros da SNPM no projeto “Salve uma Mulher”, iniciaram a primeira etapa da ação, com a disponibilização de 5 toneladas de tecidos. “O trabalho une solidariedade e prevenção para atender justamente quem mais precisa de ajuda nesse momento de pandemia”, ressaltou a secretária nacional de políticas para as mulheres, Cristiane Britto.

A ação conta com o apoio da Virada Feminina de São Paulo, que já mobilizou diversas instituições interessadas em confeccionar os materiais.

Podem participar da ação: estados, municípios e o Distrito Federal; associações, sociedades cooperativas capacitadas para execução das atividades de interesse público e de cunho social; organizações religiosas que se dediquem a atividades ou a projetos de interesse público e de cunho social; entidade privada, que tenha expertise na ação a ser desenvolvida e deseje oferecer seu conhecimento.

As instituições voluntárias deverão comprovar que possuem o espaço físico, os recursos humanos e o maquinário necessário para a realização da ação. Os interessados devem ainda seguir as orientações do Ministério da Saúde, no que se refere aos cuidados com voluntários e a produção de máscaras.

Como participar: As instituições interessadas em confeccionar ou distribuir os materiais devem se cadastrar na plataforma do Programa Pátria Voluntária e aguardar o envio de comunicado confirmando adesão à campanha.

A fase seguinte é a retirada dos tecidos. Os responsáveis devem se dirigir a uma das sedes dos Correios, que estão localizadas nas capitais do país. Cada instituição poderá retirar até 20 kg por costureira.

As instituições que optarem por confeccionar o material, devem realizar a higienização antes da entrega.

 

Leia mais

Governo gaúcho recebe 49 pedidos de reconsideração de Distanciamento Controlado

O governo do Rio Grande do Sul contabilizou, nesse domingo (26), 49 pedidos de reconsideração enviados por municípios e associações regionais sobre o mapa...

PM apreende arma, drogas e munições durante operação em Nova Venécia e Pinheiros

Logo no início da manhã desta sexta-feira (31),...

Polícia Civil conclui inquérito de acidente que matou professora em parque no sul do ES

Na segunda perícia realizada pela polícia foram encontradas irregularidades no brinquedo A Polícia Civil concluiu o inquérito da morte da professora Mirian Oliveira, de 38...

Leia também

Governo autoriza R$ 1,5 bi para assistência social por meio de reprogramação e transposição de recursos de anos anteriores

A população atendida por programas de assistência social terá um reforço durante a pandemia do novo coronavírus. Na última semana de julho, foi sancionada...

Pandemia prejudicou rendimento médio habitual do trabalhador brasileiro, segundo Ipea

Estudo publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) constatou que a pandemia do novo coronavírus tem prejudicado a renda efetiva dos trabalhadores brasileiros...

Senado deve votar projeto que permite a empresas trocarem regime de tributação em 2020

O Senado deve votar nesta quarta-feira (12) um projeto que autoriza pequenas e médias empresas a mudarem seu regime de tributação, em caráter excepcional,...

Fiocruz sugere que cada escola crie seu planejamento para prevenção contra a Covid-19

Com a pandemia, as atividades dentro dos ambientes escolares foram interrompidas e, até o momento, não há uma perspectiva real de quando as aulas...