Governo indiano anuncia maior reforma ministerial


Sputnik – Nesta quarta-feira (7), o primeiro-ministro indiano Narendra Modi nomeou 36 novos ministros para seu governo, na maior remodelação do gabinete desde que assumiu o cargo em 2014.

Além disso, o aumento do número de ministros do gabinete marca as primeiras mudanças no governo da Índia desde o início do segundo mandato de Modi como premiê, em maio de 2019. 

Acredita-se que a remodelação é resultado da má gestão da segunda onda da pandemia Covid-19 e da complicada situação econômica. Pelo menos 12 membros do gabinete, incluindo o ministro da Saúde Harsh Vardhan, se demitiram antes da remodelação. Vardhan foi amplamente criticado pela sua gestão da pandemia.

O novo gabinete vai incluir 77 ministros, mais do que os atuais 52. Alguns dos ministros do gabinete anterior foram incluídos no novo governo, enquanto sete vice-ministros foram promovidos. 

O principal objetivo estabelecido pelo premiê indiano é atingir melhor equilíbrio de castas e representação regional, e também aumentar o número de ministras mulheres. Agora são 11 mulheres no gabinete, em comparação com quatro no anterior.

Narendra Modi

Narendra Modi (Foto: Leonardo Lucena)

Leia mais

Leia também