Governo garante pagamento de R$ 250 milhões em multas ambientais relacionadas à Brumadinho

Governo garante pagamento R$ 250 milhões em multas ambientais relacionadas à Brumadinho

R$ 150 milhões serão destinados especificamente a sete Parques Nacionais no estado de Minas Gerais e os outros R$ 100 milhões serão utilizados na execução de projetos de saneamento básico Foto: Agência Brasil

Advocacia-Geral da União e a mineradora Vale celebraram um acordo substitutivo que garante o pagamento de R$ 250 milhões referentes a multas ambientais aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) devido ao rompimento das barragens da Mina Córrego do Feijão, localizada em Brumadinho (MG). Esse valor também é referente às multas aplicadas pelo Estado de Minas Gerais.

Pelo acordo, ficou estabelecido que, do montante total já depositado em juízo, R$ 150 milhões serão destinados especificamente a sete Parques Nacionais no estado de Minas Gerais possibilitando, com isso, o fortalecimento das unidades de conservação e o incremento da atividade ecoturística. Os outros R$ 100 milhões serão utilizados na execução de projetos de saneamento básico, resíduos sólidos e áreas urbanas no estado.

Os Parques Nacionais que serão contemplados são o Parque Nacional da Serra da Canastra, Parque Nacional da Serra do Caparaó, Parque Nacional da Serra do Cipó, Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, Parque Nacional das Sempre-Vivas, Parque Nacional da Serra do Gandarela e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

“É importante destacar que esse acordo substitutivo diz respeito a penalidades de multas ambientais. Ele não impacta, não mitiga e não reduz nem um nível de responsabilidade por parte da empresa em relação à reparação do dano ambiental”, ressaltou o Procurador Federal Marcelo Kokke.

O acordo foi homologado pela 12ª Vara Federal Cível e Agrária da Minas Gerais e formalizado após longas tratativas envolvendo a AGU, o Ministério do Meio Ambiente, o Ibama, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (Icmbio) e a mineradora. A Advocacia-Geral atuou por meio da Procuradoria Federal de Minas Gerais em busca da solução da controvérsia.

Decisão histórica

A iniciativa das partes foi destacada pelo juízo na decisão de homologação. “Deve-se elogiar e enaltecer a postura inovadora e proativa das partes envolvidas na celebração do acordo substitutivo em questão que, buscando um desfecho consensual relativamente ao seu objeto, primaram pela celeridade e eficiência administrativa, não somente em uma perspectiva de legalidade, como também no atingimento de evidente benefício socioambiental e socioeconômico e, portanto, ao efetivo atendimento ao interesse público”, afirmou o juiz federal Mário de Paula Franco. “Trata-se de decisão histórica – fundada na lógica sistêmica de gestão de desenvolvimento socioambiental e socioeconômico, por meio de ações ambientais estruturais e incentivo ao turismo”, acrescentou.

O juízo ressaltou que os recursos não poderão, em qualquer circunstância, ter como destinação a aquisição de bens de consumo não-duráveis, assim como pagamento de salários e demais custeios de despesas de custeio e tributos. 

 

Leia mais

Secretaria de Saúde realiza nova ampliação de critérios de testagem em massa no Espírito Santo

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Espírito Santo publicou uma nota técnica referente à definição de casos operacionais e critérios de coleta do...

Grupo Alternativa NV reafirma que terá candidato a prefeito

Paulo Roberto, Ademir Cassaro, André Fagundes e Idáulio Bonomo são os pré-candidatos do Grupo Alternativa NV ...

Operação prende suspeitos de furto de gado e comercialização de carne ilegal no Espírito Santo

A Polícia Civil iniciou, na manhã desta sexta-feira (25), uma operação com o objetivo de prender integrantes de duas organizações criminosas que furtam gado...

Laboratório de produção audiovisual abre chamada para jovens da periferia

O olhar da juventude para a cidade e o local onde vivem serão enredo para o...

Leia também

Norte do ES: criança de 6 anos morre depois de ser espancada

Uma criança de 6 anos morreu, nesta sexta-feira (25), depois de ser espancada. O menino estava internado em coma na Unidade de Terapia Intensiva...

Espírito Santo segue com quatro cidades aptas a ter segundo turno nas eleições de 2020

  O Espírito Santo tem quatro cidades com mais de 200 mil eleitores, de acordo com os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para...

ES: carro é roubado e bandidos ligam para o dono pedindo dinheiro para devolver veículo

  Bandidos roubaram o carro de um aposentado nesta quinta-feira (24) e depois ligaram para o celular dele fazendo ameaças e pedindo dinheiro para devolver...

Motorista que aparece em vídeos fazendo manobra perigosa é filho da dona do carro

Homem tem 36 anos, mora com a mãe, está desempregado e recebendo auxílio emergencial. Imagens mostram o motorista fazendo a manobra conhecida como 'cavalo...