Governo Federal lança primeiro edital do Programa de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional

Compartilhe

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, na quarta-feira (22/12), o primeiro edital para o Programa de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional, que integra o Programa Casa Verde e Amarela. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) e pode ser acessada neste link.

O certame estabelece um calendário para envio, seleção e contratação de propostas de regularização fundiária e melhoria habitacional em núcleos urbanos informais de interesse social. As operações contratadas serão repassadas às famílias beneficiadas a valores subsidiados pelo Fundo de Desenvolvimento Social (FDS). A previsão inicial é atender 44 mil famílias até 2023, das quais 20% também vão receber melhorias em suas habitações.

“Nós temos hoje cerca de 25 milhões de moradias inadequadas, que precisam da escritura ou de intervenção de melhoria habitacional. E esse programa vai atuar exatamente para reduzir esse número”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. “Esperamos que o Legislativo se sensibilize por ocasião da aprovação do orçamento para que seja possível captar recursos para regularizarmos o maior número possível de residências”, completa.

A regularização fundiária combate um problema histórico no país ao possibilitar o acesso ao título que garante o direito real sobre o lote das famílias, oferecendo segurança jurídica, a redução dos conflitos fundiários, a ampliação do acesso ao crédito, o estímulo à formalização de empresas e o aumento do patrimônio imobiliário do país.

Já a melhoria habitacional consiste na reforma e ampliação do imóvel, enfrentando problemas como deterioração, falta de banheiro, cobertura ou piso, instalações elétricas ou hidráulicas inadequadas e adensamento excessivo de moradores, entre outros.

“Um dos grandes diferenciais do Programa Casa Verde e Amarela em relação aos anteriores é que ele enxerga as necessidades habitacionais de forma mais ampla. Ao redor de 25% do nosso déficit habitacional corresponde à inadequação das moradias”, aponta o secretário nacional de Habitação do MDR, Alfredo Eduardo dos Santos. “O que vamos fazer é dar a segurança da posse para a pessoa, qualificar a moradia onde ela mora, ou seja, a família permanece onde tem suas raízes. E, ao mesmo tempo, enfrentamos o déficit habitacional”, completa.

De acordo com dados da Fundação João Pinheiro (FJP), ano base 2020, cerca de 24,9 milhões de moradias foram consideradas inadequadas em todo o país e 3,5 milhões precisam ser regularizadas.

A execução dos serviços e obras será feita por meio de uma linha de financiamento para empresas, que submeterão propostas ao ministério com a indicação das áreas a serem regularizadas. O processo de seleção e contratação tem início com a adesão do poder público municipal ou distrital, seguido do preenchimento de carta-consulta on-line pelas empresas, que deve contar com a anuência do poder público local antes do envio ao ministério.

Atualmente, 2.306 entes públicos já iniciaram o processo de cadastramento ao Programa de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional do Governo Federal, dos quais 1.288 já concluíram a adesão, assim como 89 empresas.

Processo de adesão

O processo de adesão dos municípios e do Distrito Federal está aberto e pode ser feito por meio de um sistema no portal do MDR. Clique neste link para acessar.

Com a publicação da portaria na quarta-feira (22/12), as empresas já podem apresentar propostas para o núcleo urbano informal, com a estratégia de regularização fundiária, que deverá receber anuência do poder público local.

Confira abaixo o cronograma estabelecido na Portaria:

1 – Adesão ao Programa de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional pelo Poder público municipal ou Distrital – Processo contínuo (a cargo do Poder público municipal ou Distrital)

2 – Cadastramento de usuário de acesso e das propostas mediante preenchimento de formulário eletrônico – 30 de janeiro de 2022 (a cargo dos agentes promotores)

3 – Anuência da proposta cadastrada – 4 de fevereiro de 2022 (a cargo do Poder público municipal ou Distrital)

4 – Análise de enquadramento e divulgação do resultado da seleção MDR – 16 de fevereiro de 2022 (a cargo do Órgão Gestor)

5 – Apresentação de documentos técnicos, institucionais e jurídicos ao Agente Financeiro credenciado – 29 de abril de 2022 (a cargo de agentes promotores)

6 – Análise dos documentos técnicos, institucionais e jurídicos e contratação do financiamento entre Agente Financeiro, Agentes Promotores e famílias atendidas com regularização fundiária – 30 de junho de 2022 (a cargo dos agentes financeiros e promotores).

Após a divulgação do resultado de seleção pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, as empresas deverão procurar o agente financeiro credenciado na região para análise de viabilidade técnica, jurídica e econômico-financeira da proposta, visando a contratação da operação de financiamento, que será repassado à família beneficiada a valores altamente subsidiados.

Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional

 

Governo Federal lança primeiro edital do Programa de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional

A regularização fundiária combate um problema histórico no país ao possibilitar o acesso ao título que garante o direito real sobre o lote das famílias, oferecendo segurança jurídica, a redução dos conflitos fundiários, a ampliação do acesso ao crédito, o estímulo à formalização de empresas e o aumento do patrimônio imobiliário do país Foto: MDR

Leia também

IMPOSTO DE RENDA 2022: Últimos dias para declaração; prazo vai até 31 de maio

Os contribuintes têm até o dia 31 de maio para entregar a declaração do Imposto de Renda Pessoa...

Kleber Andrade recebe Torneio Internacional do Espírito Santo com Seleção Brasileira Sub-20

A CBF confirmou oficialmente, na tarde desta quinta-feira, a realização do Torneio Internacional do Espírito Santo, no estádio...

Motorista perde controle de veículo e invade residência no interior de Barra de São Francisco

Um homem ficou ferido após perder o controle do veículo em que dirigia e colidir contra uma casa...

Santos de Barra de São Francisco goleia em primeiro jogo treino contra Barrense

Sob o comando do técnico Marcelo Gregório, os jogadores do Santos de Barra de São Francisco (foto), realizaram...

Três pessoas são detidas durante operação policial em Nova Venécia

  Na manhã desta quinta-feira (26), as polícias Militar e Civil deflagraram a operação Sentinela, com o objetivo de...

Com show de organização, fase regional dos JEES em Barra de São Francisco terminou na tarde deste sábado

Seleção de Futsal Feminino Infantil de Barra de São Francisco está na fase final dos JEES Com show de...

Capixaba de Nova Venécia é eleita a Mini Miss Brasil Simpatia 2022

  Concurso aconteceu no Mato Grosso do Sul e Laura Frigério Dadalto concorreu com 30 crianças de todo País Reportagem especial:...