Governo Federal lança novo Guia Prático de Classificação Indicativa

Compartilhe

O Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública, lançou na quinta-feira (27/01), a 4° edição do Guia Prático de Classificação Indicativa, que traz os novos símbolos de autoclassificação indicativa e as orientações sobre o novo formato das informações que devem ser prestadas ao público pelas empresas que produzem obras para televisão aberta e fechada, cinema e vídeo, serviços de streaming e vídeos por demanda; jogos eletrônicos, aplicativos, jogos de interpretação de personagens (RPG) e espetáculos abertos ao público.

A nova publicação visa orientar os produtores de conteúdo sobre os critérios e parâmetros da política pública de classificação indicativa, a fim de prevenir a veiculação de conteúdo inadequado para crianças e adolescentes.

O Guia estende a exigência da exibição da descrição “Verifique a classificação indicativa” para trailers e chamadas de programação. A iniciativa objetiva a proteção de crianças e adolescentes em conteúdos inadequados, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente. A publicação ainda mantém os critérios técnicos para a classificação etária desses produtos.

A nova versão do Guia foi dividida em duas partes: a primeira apresenta e detalha todos os critérios usados pela Classificação Indicativa para atribuir uma faixa etária (livre até 18 anos); a segunda, voltada a distribuidores, explica como exibir a classificação indicativa nos mais diversos meios, como embalagens, sites ou propagandas.

De acordo com os critérios descritos na publicação, a análise é feita a partir de três eixos temáticos: “sexo e nudez”, “drogas” e “violência”, com atenuantes e agravantes que podem imapctar a classificação etária indicada.

A Classificação Indicativa não restringe a veiculação de nenhum conteúdo, é um instrumento democrático que objetiva a transparência, evidenciando os critérios de análises tanto para as emissoras de TV, produtoras e distribuidoras de filmes e jogos, como para a sociedade em geral e à família, responsável pela escolha do que as crianças e adolescentes que estejam em sua responsabilidade deve assistir.

Com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública 

Governo Federal lança novo Guia Prático de Classificação Indicativa

A iniciativa objetiva a proteção de crianças e adolescentes em conteúdos inadequados, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente Foto: MJSP

Leia também

Lei que estabelece plantões farmacêuticos em Barra de São Francisco é aprovada pela Câmara Municipal

A Câmara Municipal aprovou, na noite desta segunda-feira, 4, em sessão ordinária, a Lei 1279, de 20 de...

Taxa de desemprego fica abaixo de 10% no Brasil, menor nível desde 2015

LEONARDO VIECELI RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A taxa de desemprego no Brasil recuou para 9,8% no...

Hortões municipais já produziram e entregaram 1.936 caixas de verduras, legumes e frutas

Os hortões municipais geridos pela Secretaria Municipal de Agricultura (Semag) já produziram 1.936 caixas de legumes, verduras, frutas...

Mulheres lideram três em cada dez negócios no Brasil, mas respondem por apenas 20% das operações de crédito

As mulheres estão na liderança de três em cada dez empreendimentos no Brasil. É o que aponta o...

Defesa Civil Nacional anuncia ações emergenciais para apoiar municípios alagoanos atingidos por chuvas intensas

A Defesa Civil Nacional realizou, nesta segunda-feira (4), uma coletiva de imprensa sobre as fortes chuvas que atingem...