Governo Federal divulga balanço do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste emergencial

O Governo Federal divulgou o balanço dos repasses do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) emergencial, destinado a empreendedores afetados pela crise econômica causada pela Covid-19. O Ceará foi o estado mais beneficiado, com R$ 609,7 milhões de recursos, seguido pela Bahia (R$ 511,6 milhões) e Pernambuco (R$ 326,4 milhões).

O setor de comércio e serviços ficou com R$ 2,5 bilhões dos repasses do FNE emergencial e indústria R$ 178,8 milhões. Ao todo, segundo o governo federal, foram contratados R$ 2,5 bilhões para capital de giro e R$ 294,7 milhões para investimentos.

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste têm diretrizes definidas por meio de resolução

De acordo com o Governo Federal, o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste tem como finalidade contribuir para o desenvolvimento dos estados da região e parte de Minas Gerais e Espírito Santo. Têm direito ao benefício produtores, empresas, pessoas físicas e jurídicas, cooperativas de produção, entre outros empreendedores.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Leia mais

Inep divulga alterações no calendário e nos procedimentos do Enem 2020

MEC anunciou o adiamento da versão digital do Enem para 22 e 29 de novembro. A aplicação da...

Nova fase do inquérito sorológico no Espírito Santo começa na próxima semana

Secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, disse que testagem em massa para a Covid-19 começaria nesta semana, mas foi adiada para a próxima...

Suspeito condenado a 20 anos de prisão por matar e roubar idoso é preso em Linhares

Um suspeito de 35 anos foi detido, na noite dessa quinta-feira (29), durante uma operação policial realizada pela equipe da 16ª Delegacia Regional de...

Leia também

Dega do Altoé quer atuar em prol dos mais necessitados

Pela quarta vez disputando eleição, José Pereira Sena, 59 anos, mais conhecido como Dega do Altoé, foi eleito a vereador de Nova Venécia para...

Novo aumento! Gás de cozinha pode chegar a R$ 80 nas distribuidoras da Grande Vitória

Cozinhar o arroz, o feijão, preparar a carne...