Governo Federal contrata 267 profissionais de saúde para atuar no Amazonas

Compartilhe

Profissionais de saúde se cadastram para trabalho contra Covid-19

A primeira equipe de profissionais de saúde segue neste domingo para Manaus. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O estado do Amazonas ganhará, a partir de segunda-feira (4) um reforço de 267 profissionais de saúde, contratados pelo Ministério da Saúde, para atuar no enfrentamento à Covid-19. São 37 médicos, 118 enfermeiros, 57 técnicos em enfermagem, 26 fisioterapeutas, 12 farmacêuticos e 17 biomédicos.  Os profissionais se inscreveram na ação estratégica O Brasil Conta Comigo, que está cadastrando e capacitando profissionais, residentes e estudantes da área de saúde de todo o país para atuarem no atendimento à população em todo o País.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas, eles devem ser deslocados para atuação no Sistema Único de Saúde (SUS) de Manaus, Tabatinga, Itacoatiara e Manacaparu. A contratação destes profissionais é temporária, por até seis meses, e remunerada de acordo com o salário base de cada categoria.

Dos 267 profissionais de saúde que aceitaram o convite para fazerem parte da primeira equipe de apoio no atendimento de pacientes infectados pela doença, 236 moram em Manaus e outros 31 são de outros estados brasileiros.

Eles se embarcam na noite deste domingo (3) para Manaus (AM) junto de uma equipe do ministério, que vai apoiar as ações de planejamento técnico e logístico com os gestores do SUS no estado e da capital Manaus.

 Já na segunda pela manhã os profissionais passarão por capacitação presencial para o enfrentamento à Covid-19, incluindo palestra sobre os cuidados com a saúde mental. Os profissionais também já realizaram o curso online de Protocolos de Manejo Clínico do Coronavírus (COVID-19), que foi disponibilizado por e-mail após o cadastro na iniciativa O Brasil Conta Comigo

Os profissionais contratados receberão salário base, acrescido de adicional de insalubridade, e compatível com a carga horária específica da sua profissão. O Ministério da Saúde também providenciará alojamento, alimentação, transporte e seguro saúde, além de equipamentos de proteção individual (EPI) para a realização do trabalho.

 Fonte: Com informações do Ministério da Saúde

Leia também

Dom Edivalter participa de audiência com o Papa Francisco no Vaticano

Na programação da Visita Ad Limina dos Bispos do Piauí e do Ceará, em Roma, a manhã desta...

Vila Pavão inicia a entrega dos alimentos do programa CDA

A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social, começa nesta quarta-feira (18), a partir das 8...

Ponte ecológica é construída no Córrego Boa Sorte do Rio do Campo

A Secretaria municipal de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, construiu mais uma ponte...

Lâmpadas queimadas são substituídas em bairros e distritos de Barra de São Francisco

Servidores da secretaria de Serviços da prefeitura de Barra de São Francisco, realizaram manutenção na iluminação pública nos...

Entrega do prêmio Gari do Ano 2022 celebra trabalho árduo da categoria

Com 32 anos de serviços e prestes a se aposentar, a gari Iolanda Neves, 63 anos, fez questão...