Governo entrega 10 mil máscaras de proteção individual em Roraima

máscara.png

Governo entrega 10 mil máscaras de proteção individual em Roraima
– Foto:
Governo de Roraima

Imigrantes venezuelanos que estão em Roraima, atendidos pela Operação Acolhida, receberam dez mil máscaras de proteção individual e material informativo sobre o novo coronavírus, em espanhol e línguas indígenas. O trabalho do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH) conta com a parceria da embaixada venezuelana.

“Eles [os imigrantes] chegam aqui sem condição nenhuma e recebem todo o apoio já na entrada: vacinação, documentação, apoio da assistência social. A Operação Acolhida é um programa sem igual no mundo inteiro. Ouvi agora de um representante da embaixada da Venezuela que em nenhum país do mundo os imigrantes venezuelanos são tão bem recebidos”, relatou o titular da Secretaria Nacional de Proteção Global, Alexandre Magno.

Magno e o secretário adjunto de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Esequiel Roque, permanecerão na capital, Boa Vista, para conhecer mais a situação da população do estado, com foco nos imigrantes indígenas venezuelanos.

“Existem vários programas do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos que são executados localmente, e alguns deles queremos trazer para Roraima. Nosso objetivo aqui é poder fazer essas parcerias, iniciar a assinatura de acordos para que possamos estar cada vez mais próximos aqui desse governo”, disse o secretário Alexandre Magno.

Na programação, constam, ainda encontros com autoridades locais para apresentar ações e discutir iniciativas para a proteção de direitos humanos de roraimenses e imigrantes.

Nesta quinta-feira (28), as reuniões serão com os secretários de estado do Trabalho e Bem Estar Social, e da Justiça e Cidadania. No sábado (30), a comitiva participará de reunião com representante do Ministério Público Federal.

“Vamos nos encontrar amanhã com secretários de estado aqui na capital para verificar várias situações e reforçar as parcerias do Ministério e do Governo Federal com o governo estadual”, informou Magno.

De acordo com o Ministério, a viagem é parte da estratégia da Secretaria Nacional de Proteção Global de aproximação entre o Governo Federal e os governos estaduais, como forma de reconhecer necessidades e prestar assistência direta aos outros entes da Federação.

Leia mais

Leia também