Governo do Estado vai investir 5,5 milhões em aceleração de startups

O Governo do Espírito Santo dá mais um passo na direção do crescimento do ecossistema de inovação capixaba. O programa Startups e Empreendedorismo Estadual em Desenvolvimento no Espírito Santo (SEEDES) pretende acelerar até 30 startups no Estado, com investimento de R$ 5,5 milhões em capital semente para as empresas participantes e recursos para a execução do programa de aceleração. 

O objetivo do SEEDES, que é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), é fomentar o desenvolvimento de empresas e ideias inovadoras, seguindo exemplos como o de Minas Gerais e Santa Catarina, estados que, por meio de políticas de investimento em inovação e empreendedorismo, alcançaram resultados positivos de crescimento econômico e impacto social.

“O SEEDES supre uma lacuna importante no ecossistema de inovação do Espírito Santo, que é este apoio que chamamos de “semente’. Com este projeto, o governador Renato Casagrande dá mais uma demonstração de comprometimento com a inovação, afinal, esse incentivo voltado à aceleração de negócios, nunca havia sido aportado, aqui no Estado, pelo setor público. Além de ser o primeiro programa público de aceleração do Espírito Santo, o SEEDES oferece aceleração para as empresas desde que estas se fixem – ainda que temporariamente – no Estado, o que contribui para o fortalecimento do ecossistema de inovação local, trazendo expertise e conhecimento da área para o nosso território”, destaca o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann.

Uma das inspirações do SEEDES é o Seed-MG, programa de aceleração executado na capital mineira e que já está em sua 6ª edição. Em 2013, a capital mineira, Belo Horizonte, contava com cerca de 100 startups e três instituições de apoio envolvidas no ecossistema. Hoje, a cidade conta com mais de 500 startups e mais de 30 instituições envolvidas no ecossistema de inovação. 

Além do impacto econômico, programas de inovação e aceleração influenciam diretamente a cultura empreendedora do local onde atuam, apoiando a comunidade de diversas maneiras – com palestras, eventos, mentorias, e disseminando o conhecimento adquirido durante a aceleração. 

Para a diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), Cristina Engel, o SEEDES representa a confiança do Governo do Estado na grande vocação do Espírito Santo em relação à inovação. 

“Termos o primeiro programa de aceleração pública do Estado significa desenvolvimento para o ecossistema de inovação e para a economia, além da ampliação da visibilidade desse potencial. A forma como o programa será implementado vai permitir que as empresas inovadoras sejam alavancadas e o sucesso delas significa, além de movimentação na economia, a geração de emprego e renda. Acreditamos que o SEEDS será um multiplicador de oportunidades e que novos negócios surgirão a partir desse investimento inicial”, afirma.

O edital de seleção para as startups que desejam participar do SEEDES será lançado no segundo semestre de 2021, com o início da aceleração previsto para março de 2022! Os detalhes sobre o programa, etapas da aceleração e próximos passos serão divulgados nos próximos meses por meio do site www.seedes.es.gov.br e pelas redes sociais (@seedes.inovacao).

Texto: Débora Sonegheti


Leia mais

Leia também