Governo do Estado recebe cônsul dos Estados Unidos no Brasil • SiteBarra

Governo do Estado recebe cônsul dos Estados Unidos no Brasil

Representantes do Governo do Estado se reuniram, na manhã dessa terça-feira (07), com Jacqueline Ward, a cônsul dos Estados Unidos no Brasil, no Palácio da Fonte Grande, em Vitória. Na oportunidade, foi apresentado o programa Agenda Mulher Empreendedora, da Vice-Governadoria do Estado, e também outros projetos de políticas para as mulheres. A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, foi quem presidiu a reunião.

A agenda contou também com representantes da Vice-Governadoria do Estado, do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp) e da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides).  

A gerente de projetos da Vice-Governadoria do Estado, Maraney Araujo, fez uma apresentação sobre o programa Agenda Mulher Empreendedora, que tem por objetivo o fortalecimento e a visibilidade das mulheres, por meio do empreendedorismo, da busca pela igualdade de gênero e também pela participação das mulheres em espaços de liderança.

O Plano Estadual de Políticas para as Mulheres e o Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres são documentos basilares para o programa. “Os dois constituem diretrizes para a promoção de políticas públicas para as mulheres no Espírito Santo, representando um grande marco na busca da equidade de gênero. Ambos foram institucionalizados neste Governo”, destacou a secretária Nara Borgo.

“Receber a cônsul Jacqueline Ward em nosso Estado e poder compartilhar um pouco sobre o trabalho de Governo, voltado para as políticas para as mulheres, foi um momento muito importante. Aproveitamos para entregar a ela um exemplar do Pacto Estadual, para que possa entender melhor o trabalho desenvolvido”, frisou Nara Borgo.

Durante a apresentação, também foram citados o Observatório de Políticas Públicas para Mulheres no Espírito Santo (Observatório MulherES), os cursos do Qualificar ES Mulher, as formações para as servidoras, além dos projetos da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) e do eixo social do Estado Presente, voltados para o enfrentamento à violência contra as mulheres.