Governo do Estado realiza entrega e anuncia investimentos em Alegre

Compartilhe

Foto: Hélio Filho/Secom

O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, na manhã desta quinta-feira (27), no município de Alegre, na microrregião Caparaó, para a realização de entregas e o anúncio de novos investimentos. Foi assinada a Ordem de Serviço para recuperação da Rodovia ES-181, no trecho Anutiba (Alegre) x Muniz Freire e construção do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Tio Teotônio Barbosa.

Casagrande anunciou repasses para obras de equipamentos de Assistência Social e participou da assinatura de contratos de pagamento de serviços ambientais (PSA) do Programa Reflorestar com famílias de produtores rurais da comunidade de Feliz Lembrança.

As obras na Rodovia ES-181 serão executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Ao todo, serão investidos R$ 32.725.613,92 na recuperação do trecho com aproximadamente 20 quilômetros de extensão. O prazo para execução das obras é de 900 dias.

“Essa é uma obra importantíssima para os municípios de Alegre e Muniz Freire, bem como para toda a região. Vamos recuperar essa rodovia e também ampliá-la em alguns trechos, construindo pontes e faixas multiuso. Será uma rodovia no padrão do nosso governo, que é de excelência”, disse o governador Casagrande.

O diretor presidente do DER-ES, Luiz Cesar Maretto Coura, lembrou a importância da sequência das obras na região. “A população está ansiosa com a recuperação desta importante rodovia. Nesta gestão, assumi com o governador o compromisso de não paralisar nenhuma obra, pois precisamos trazer progresso para esta importante região”, afirmou.

O prefeito de Alegre, Nemrod Emerick, o Nirrô, reforçou a parceria do Governo do Estado em prol da população. “É a terceira vez que o governador visita Alegre, sempre trazendo investimentos e desenvolvimento para a nossa cidade e toda a região. Alegre só vai avançar se tiver parcerias”, reforçou.

“Não tenho outra palavra a não ser agradecimento pelo o que o senhor tem feito pela nossa região. Muniz Freire sofreu muito com a falta de estrada e o senhor, com essa visão municipalista, tem levado o desenvolvimento para todo o interior do Espírito Santo. Castelo até Muniz Freire é uma obra importantíssima que teve início com meu pai prefeito e o senhor deputado e, agora, vamos inaugurar com o senhor governador e eu como prefeito”, lembrou o prefeito de Muniz Freire, Dito Silva.

Mais investimentos

Na educação, o governador Renato Casagrande autorizou o início das obras do CMEI Tio Teotônio Barbosa, no bairro Colina, também em Alegre. Serão repassados pelo Estado ao Município um total de R$ 2.117.577,26. Será construída uma unidade escolar com 10 salas de aula (berçários, maternal 1, 2 e 3), além de fraldário, refeitório, auditório, secretaria, diretoria, sala de professores, sala de coordenação, banheiros infantis, banheiros para adultos, banheiro acessível, cozinha, lavanderia, despensa, vestiário e recreação externa.

A arquitetura foi pensada para fornecer às crianças uma vivência baseada na metodologia montessoriana, com sustentabilidade, acessibilidade universal, condição térmica, arquitetura regional, cores calmas e processos de cura representados por círculos, além do lúdico, traduzido nas casinhas de boneca integradas à edificação. A construção possibilitará a ampliação de 97 vagas para 200, para atender crianças de zero a três anos de idade.

Durante a agenda oficial, foi assinado o repasse de recursos financeiros para o projeto Compra Direta de Alimentos (CDA). Os municípios adesos ao CDA recebem recursos estaduais para que possam investir na aquisição de alimentos diretamente da agricultura familiar e na doação desses itens para a rede socioassistencial do território.

Em Alegre, os investimentos representam o total de R$ 195.000,00, beneficiando 30 famílias de agricultores. Cinco instituições receberam os alimentos para doar às famílias acompanhadas: o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Alegre, a Casa Tia Mirtes – Serviço de Acolhimento Institucional, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), a Associação Beneficente Dias Melhores (ABdM) – Residência Inclusiva e a Associação Luiza de Marillac – “Lar dos Idosos de Alegre”.

Sustentabilidade

Foram assinados 30 contratos de pagamento de serviços ambientais (PSA) do Reflorestar com famílias de produtores rurais da comunidade de Feliz Lembrança. O programa é desenvolvido por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) e do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). O evento, realizado no ginásio de esportes da comunidade, reuniu lideranças locais e produtores da região.

“O desenvolvimento do nosso País e do nosso Estado está no equilíbrio econômico, social e ambiental. A questão ambiental está atrelada à nossa sobrevivência e hoje realizando importantes ações ambientais para essa região. Estamos fortalecendo o Incaper, o Idaf e a Ceasa, assim como estamos realizando importantes projetos e fortalecendo também a agricultura familiar, que gera renda aos produtores e riquezas para o Estado”, pontuou o governador Casagrande.

Referência nacional, o Programa Reflorestar já beneficiou aproximadamente quatro mil projetos que ajudaram a recuperar ou preservar 10 mil hectares do meio ambiente de diferentes bacias hidrográficas, de norte a sul do Espírito Santo, com R$ 70 milhões aprovados. O município de Alegre é um dos destaques na preservação ambiental, tendo 179 produtores rurais que aderiram ao Reflorestar. Já a região do Caparaó tem a maior quantidade de produtores beneficiados: 1.336 famílias, com R$ 15,2 milhões aprovados.

No Espírito Santo, a recuperação e a preservação das áreas com cobertura florestal e o bom uso dos recursos hídricos têm como aliado o Reflorestar, um programa idealizado e coordenado pela Seama, tendo o Bandes como agente técnico e financeiro do programa.

Os projetos aprovados preveem 71,87 hectares implantados com a modalidade Sistema Agroflorestal (SAF). Nessa modalidade do programa, os produtores estão recebendo para o plantio de árvores, mas também recebem para a formação de uma lavoura com capacidade de entregar renda aliada com a preservação do meio ambiente e aumento da cobertura florestal do Espírito Santo.

Somados, nos projetos aprovados para as famílias da comunidade de Lembrança Feliz, serão plantadas 11.778 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, além de 109.467 mudas de café, 18.536 mudas de banana, 9.699 mudas de pupunha, além de outras espécies frutíferas.

“Por meio deste programa, temos um mecanismo financeiro que possibilita ao produtor rural capixaba a oportunidade de investir no desenvolvimento econômico em sua propriedade de forma articulada com a preservação ambiental. É a oportunidade de gerar renda e qualidade de vida para a população capixaba”, enfatizou o diretor-presidente do Bandes, Munir Abud de Oliveira.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fabricio Machado, lembrou que o Reflorestar, além de ser um programa de restauração florestal de larga escala, inova ao incorporar propriedades rurais pontos de captação de água, para melhorar o abastecimento de centros urbanos, e busca garantir a geração de qualidade de vida no campo com sustentabilidade, ao apoiar sistemas agroflorestais com pagamentos por serviços ambientais (PSA).

“Iniciativas como o Reflorestar liderado pelo nosso governador demonstram o compromisso com a sustentabilidade, a preservação e recuperação do meio ambiente que o Governo tem com os capixabas. É agir pensando nas próximas gerações e cuidar para que possamos crescer com qualidade de vida. O desenvolvimento deve estar pautado na responsabilidade”, disse o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann.

Para ser contemplado no programa, é necessário que o proprietário rural tenha áreas estratégicas na geração de serviços ambientais relacionados ao aumento da capacidade de infiltração da água no solo e na redução da geração de sedimentos, identificadas por meio de estudos reconhecidos pelo Núcleo de Gestão do Programa Reflorestar (NGPR), da Seama.

Para participar, é necessário se cadastrar e aguardar possibilidade de apoio para a sua região pelo site (https://seama.portalreflorestar.es.gov.br/registro/). O pagamento dos serviços ambientais é mais uma alternativa de geração de oportunidades e renda para o produtor rural. Os valores variam de acordo com a modalidade de preservação e a extensão de área preservada.

Também estiveram presentes os secretários de Estado, Gilson Daniel (Governo) e Cyntia Figueira Grillo (Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social); o prefeito de Jerônimo Monteiro, Sérgio Fonseca; o deputado federal Evair de Melo; os deputados estaduais Vandinho Leite, Bruno Lamas e Luciano Machado; além de diretores-presidentes de autarquias, vereadores, secretários municipais e lideranças locais.

Leia também

TSE simula ataque hacker em urnas eletrônicas em meio a ofensiva de Bolsonaro

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) realiza nesta semana novos testes com ataques controlados aos...

Produção de veículos acumula queda de 13,6% no primeiro quadrimestre

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Abril terminou com 185,4 mil veículos leves e pesados produzidos no país. O...

Rádio Notícia FM inaugura estúdio em Nova Venécia

  A Rede Notícia inaugurou, na última sexta-feira (06), o estúdio da 95,5 em Nova Venécia. Um coquetel, servido...

ENEM: Inscrições para o exame começam nesta terça-feira (10)

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) começam nesta terça-feira (10). A partir deste ano,...

Acidente deixa um morto e um ferido em rodovia que liga Vila Pavão a Nova Venécia

Um homem morreu e outro ficou ferido após um grave acidente na noite deste sábado, 14, na BR...

Piso da enfermagem, brasileiro já pagou mais de R$ 1 tri em impostos e eliminação da malária até 2035

No episódio desta semana, o podcast Giro Brasil 61 comenta o piso salarial da enfermagem, que foi aprovado...