Governo do Estado entrega prêmios a projetos selecionados pelo Edital Inova Afro 2021

Compartilhe

Foto: Itamar Freire/Vice-Governadoria

O Governo do Estado realizou, nesta sexta-feira (19), a entrega dos prêmios a oito projetos contemplados pelo Edital Inova Afro (I Prêmio de Boas Práticas em Promoção da Igualdade Racial do Estado do Espírito Santo – Edição 2021). A solenidade, que faz parte da programação do “Novembro Negro”, aconteceu no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença da vice-governadora Jacqueline Moraes. Foram distribuídos prêmios no valor de R$ 4 mil para propostas de pessoas físicas e de R$ 10 mil para iniciativas de pessoas jurídicas.

O Edital contemplou projetos com objetivos de apoiar, visibilizar, fortalecer e premiar boas práticas de promoção da igualdade racial, especificamente, projetos na área de afroempreendedorismo, além de incentivar a discussão sobre inclusão e a igualdade de oportunidades e de remuneração da população negra no mundo do trabalho. Essa é uma ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH).

Em sua fala, a vice-governadora destacou a importância de se garantir os direitos humanos, especialmente no que se refere à temática da promoção da igualdade racial, assegurando a cidadania plena. “É necessário que possamos discutir amplamente sobre direitos, cultura e história da população negra. Sempre que eu uso a expressão ‘lugar de fala’, penso que também existe o ‘lugar da escuta’. E nós, da vida pública, precisamos desenvolver mais esse lugar de escuta para com essa população”, frisou.

Jacqueline Moraes prosseguiu: “Precisamos ouvir e pensar sobre o racismo para avançarmos na construção de uma sociedade antirracista e mais igualitária. Esse movimento faz com que a gente consiga manter esse lugar de escuta mais apurado, resultando no fortalecimento de ideias e projetos de governo. Liderados pelo governador Renato Casagrande, temos nos pautado por ações que deem visibilidade às questões que envolvem os direitos da população negra e queremos fazer muito mais escutando, mais proximamente, esse meu povo.”

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, falou da qualidade das iniciativas inscritas no Edital. “Em nosso planejamento estratégico, começamos a pensar em formas de valorizar e fortalecer a cultura negra. Foi então que surgiu e foi amadurecida a ideia do Inova Afro. Ninguém resiste sozinho, é preciso apoio, sobretudo na pandemia, em que a população negra foi a mais afetada. Reconhecemos essa luta e com isso realizamos este prêmio, ficando imensamente felizes por conhecer todas as ótimas iniciativas que foram inscritas”, agradeceu.

“É um prazer imenso estar aqui na conclusão de algo tão importante, com personagens principais que têm muito mérito, pelo trabalho desenvolvido. Chegamos aqui às vésperas de uma data tão significativa para a nossa raça e em um cenário tão difícil em nosso País, mas vivemos um Governo que oferece essas oportunidades”, acrescentou o subsecretário de Estado de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos Humanos, Wilton Pires Júnior (Professor Júnior Bola).

A gerente de Políticas de Igualdade Racial da SEDH, Edineia Conceição de Oliveira, destacou o forte significado da premiação, sobretudo pela forte participação das mulheres negras. “Essa entrega de hoje é uma prova de que nós, pessoas negras, alcançamos espaços e somos capazes. A proposta é que esse prêmio possa potencializar e fortalecer os afroempreendimentos no Estado do Espírito Santo”, disse.

Confira os projetos contemplados:

Pessoa Física:

Descolonize: educação e cultura negra
Projeto Meique – Mulheres Empreendedoras Querosene
Espelhos: Identidades e Representações através de bonecas artesanais
Ubuntu Quitutes
Residência Artística com o Caxambu do Horizonte: Uma Urgente Imersão em um dos mais Respeitados Grupos Culturais Originários do ES

Pessoa Jurídica:

Projeto para Sambar com as Crianças
Resgate emancipatório da identidade
Quero, Quero Culturas Negras

Leia também

Condenado pela morte da jornalista Maria Nilce, em 1989, é preso no Espírito Santo

    Jornalista Maria Nilce foi morta em 1989 — Foto: TJES/Divulgação A força-tarefa de segurança pública do Espírito Santo prendeu,...

Primeiro dia da Festa de São Pedro teve concurso de trajes típicos

O prefeito Enivaldo dos Anjos abriu, nesta sexta-feira, 1º, a Festa de São Pedro, que acontece no terreno...

ES: vítima de acidente na BR-101 seguia para casa e iria comemorar aniversário da namorada

O aniversário de Paula Barbosa não será mais o mesmo. A jovem de 24 anos esperava pelo namorado...

Imprensa de luto: morre o jornalista ecoporanguense Antônio Carlos da Silva, aos 53 anos

Faleceu na tarde desta terça-feira (28), em Boa Esperança, o jornalista Antônio Carlos da Silva, aos 53 anos,...

CHEGOU! veja como ficou a nova Clínica de Hemodiálise de Barra de São Francisco

Neste sábado, dia 2 de julho de 2022, um sonho começa a ser realizado em Barra de São...

Gestores Municipais que receberam as vacinas

Oi, gente, aqui é a Karina, e hoje tem mais um episódio do nosso podcast. O tema é...

Internacional perde para Colo-Colo e se complica na Sul-Americana

O Internacional ficou em situação muito complicada na Copa Sul-Americana após ser derrotado por 2 a 0 pelo...