Governo do Estado apresenta resultados da Operação Colheita 2021 • SiteBarra

Governo do Estado apresenta resultados da Operação Colheita 2021

O Governo do Estado apresentou, nesta terça-feira (14), os resultados obtidos durante a Operação Colheita 2021. A operação teve início em 28 de maio e foi encerrada no último dia 30 de novembro. Os resultados foram apresentados pelo secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho.

Na Operação Colheita 2021 foram gerados 4.100 boletins, sendo realizadas 20.137 visitas tranquilizadoras, 67.970 abordagens a pessoas, automóveis e motocicletas. A Polícia Militar prendeu em fragrante 38 pessoas e conduziu outras 257 ao Departamento de Polícia Judicial DPJ. Com as abordagens e prisões, os policiais apreenderam 5.291 unidades de entorpecentes.

Também participaram da apresentação dos resultadoso secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Roberto Foletto, e o comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), coronel Douglas Caus.

A Polícia Militar esteve presente na zona rural dos principais municípios produtores do Estado, com objetivo de promover a paz social e a ampliação da percepção de segurança nessas localidades. Isso se deve pelo sensível aumento da migração de pessoas, pela circulação de mercadorias e de dinheiro nas regiões produtoras, especialmente Norte, Noroeste, Sul e Sudoeste, em decorrência da temporada de colheita de café, cana-de-açúcar e outros cultivos.

Durante esse período, a PMES reforçou o patrulhamento ostensivo nas vias rurais; propiciou maior interação com a comunidade rural local; intensificou as abordagens a veículos e pessoas e promoveu ações e operações integradas com as demais agências de segurança pública e defesa social da União e dos municípios.

A operação atendeu à demanda das cooperativas, associações e produtores rurais de uma maneira geral pelas particularidades da época e pela movimentação da economia e reuniram esforços para levar segurança pública para 43 municípios. “O planejamento foi desenvolvido pela PMES e a Instituição colocou sua estrutura à disposição das comunidades rurais. Foram investidos 1,5 milhão com o pagamento de Indenização Suplementar de Escala Operacional (ISEO)”, afirmou o secretário Alexandre Ramalho.

O secretário de Agricultura, Paulo Foletto, salientou que com a valorização no preço do café e da pimenta-do-reino houve uma maior circulação de dinheiro nessas localidades, o que exigiu um reforço na segurança. “Juntos buscamos formas de levar a presença tranquilizadora da PMEs para a comunidade”, pontuou.

Já o coronel Douglas Caus lembrou que essa é uma operação que veio para ficar. “Atuamos em dois eixos: com as visitas tranquilizadoras e com abordagens nas principais vias públicas rurais. Para o próximo ano, vamos aumentar o volume de policiais, visitas, abordagens e municípios contemplados, conforme planejamento”, disse.

Ocorrências de destaque

No mês de junho, com o apoio do cerco eletrônico da Prefeitura de Aracruz, os militares efetuaram a prisão de três criminosos suspeitos de participarem de uma quadrilha de furto/roubo de motos na região de Aracruz. Eles tentaram fugir pela estrada de Santa Rosa. Houve acompanhamento policial e os criminosos abandonaram o veículo e foram em direção a uma mata, porém foram detidos pelos militares.

Em agosto, os militares receberam informações do Serviço Reservado do 5º BPM sobre um homem com mandado de prisão em aberto que estaria foragido, na região de Mucuratá, em Aracruz. Durante patrulhamento o suspeito foi localizado e detido.

Em Barra de São Francisco, na zona rural, no dia 21 de setembro, após receber informações de um roubo a residência, os policiais detiveram quatro pessoas. Elas seriam suspeitas de terem praticado o crime. Na ação, foram recuperados eletrodomésticos e veículos que foram levados da propriedade. Também foram apreendidas duas armas de fogo.

No mesmo município, no dia 27 de setembro, o Serviço de Inteligência localizou um homem que era suspeito de ter praticado um furto dias antes. Ele confessou o fato e indicou aos policiais os locais onde estavam os materiais furtados. Foram recuperados uma serra circular, um aparelho celular e uma motosserra. O veículo utilizado no crime também foi apreendido.

Já em outra ocorrência no mês de novembro em Jacupemba, também em Aracruz, durante patrulhamento, os policiais perceberam atitudes suspeitas de um homem. Ao ser abordado foi constatado que contra ele havia um mandado de prisão aberto. O homem foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Aracruz.