Governo do Estado abre sondagem de mercado na área de Eficiência Energética

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger), está realizando uma sondagem de mercado voltada para Empresas de Conservação de Energia (ESCOs) ou empresas de engenharia habilitadas a realizar projetos de eficiência energética. A ação pretende coletar informações sobre soluções existentes no mercado, bem como sua aplicabilidade em prédios públicos.

A Secretaria procura alternativas que contemplem os órgãos individual ou coletivamente, por contratos de remuneração por performance, ou demais soluções diferentes que não onerem o Estado. As empresas interessadas nos projetos em estudo ou na apresentação de novas oportunidades podem agendar o encontro com a equipe da Seger, até 05 de abril, pelo e-mail gecor@seger.es.gov.br.

“O Estado pretende implantar projetos e práticas que aumentem a eficiência energética dos órgãos públicos, reduzindo, assim, o gasto com energia elétrica e os impactos ambientais das atividades exercidas por eles. Essa iniciativa faz parte dos esforços do Governo em reduzir e otimizar o gasto público”, destacou o subsecretário de Estado de Administração Geral, Erico Sangiorgio.

Sondagem de Mercado

A Sondagem de Mercado é uma convocação da Administração Pública, com o propósito de formalizar o diálogo entre o poder público e o parceiro privado. Essa prática viabiliza a obtenção de informações úteis para o desenho e planejamento de projetos pelo Governo, enquanto é uma oportunidade de as empresas mostrarem sua carteira de projetos para futuras participações em processos licitatórios.

Na prática, a sondagem de mercado é uma ferramenta de inovação muito útil, pois busca no mercado as melhores práticas e modelos que sejam adaptáveis à realidade da Administração Pública.

Contratos de performance

Contratos de remuneração por performance, ou contratos de desempenho, são acordos nos quais a ESCO faz o investimento inicial, por meio de financiadoras ou com recursos próprios, e é remunerada com parte da economia gerada nas contas de seu cliente. Essa é uma prática comum em projetos de eficiência energética ao redor do mundo, também conhecida por project finance.

A remuneração é feita por performance ou desempenho, pois varia conforme o resultado atingido. Quanto melhor o projeto e a economia, maior a remuneração da ESCO. É uma oportunidade de a empresa investir em seu próprio negócio e do cliente reduzir seus gastos sem arcar com os riscos de alavancagem. 

Leia mais

Leia também