Governo do Espírito Santo prevê orçamento de R$ 18,9 bilhões para 2021

 

 

O Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2021 foi encaminhado nesta terça-feira (29) pelo Governo do Estado para apreciação e votação da Assembleia Legislativa. O orçamento global previsto para o próximo ano é de aproximadamente R$ 18,9 bilhões, sendo 4,29% menor em relação ao orçamento de 2020.

Segundo o governo, com os recursos, a administração estadual vai investir, entre outros projetos, na construção, reforma e ampliação de hospitais, escolas e rodovias. Também está prevista a realização de concursos públicos em cinco secretarias e órgãos.

As áreas estratégicas de educação, saúde, segurança, infraestrutura e justiça estão entre as contempladas com maiores percentuais, em relação à receita global, com todas as fontes do orçamento.

Para a educação foram destinados aproximadamente R$ 2,685 bilhões; para a saúde, R$ 2,681 bilhões; para a segurança, R$ 1,778 bilhão; para a infraestrutura; e para a justiça, R$ 513 milhões.

Para o ano de 2021, o Governo do Estado prevê realização de concursos públicos em cinco secretarias e órgãos, considerados áreas com maior mobilidade de pessoal: as secretarias da Fazenda (Sefaz), Educação (Sedu) e Justiça (Sejus), Polícia Civil e o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases).

De acordo com o secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, caberá a cada órgão definir prazos e quantitativo de vagas para cada um desses concursos.

Recursos de caixa do estado disponíveis para o próximo ano são estimados em R$ 12,719 bilhões, sendo 5,14% menores do que os estabelecidos no PLOA 2020. Já para os demais poderes e órgãos independentes – Legislativo, Judiciário, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública – o valor global previsto no PLOA 2021 chega a aproximadamente R$ 2,011 bilhões.

O valor de investimentos previsto no orçamento do próximo ano é de aproximadamente R$ 1,949 bilhão, envolvendo recursos de todas as fontes, que envolvem os de caixa do governo e de operações de crédito do estado com instituições financeiras como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

As diretrizes que norteiam o orçamento do próximo ano, segundo o secretário Álvaro Duboc, são equilíbrio fiscal, fortalecimento das políticas públicas e a celeridade na execução dos investimentos programados.

A peça orçamentária de 2021, afirmou o secretário, estabelece adequação das despesas à receita prevista e está alinhada com o planejamento estratégico do governo. Leva em consideração também o atual cenário econômico, com o forte impacto causado pela pandemia do novo coronavírus na arrecadação do estado.

Duboc ressaltou, porém, que com planejamento e organização nas contas, mesmo com a previsão de queda de receita própria e de transferências da União, o Governo do Estado seguirá realizando investimentos visando ao desenvolvimento sustentável, equilibrado e regionalizado do estado e à qualidade de vida da população.

Entre esses investimentos estão os que envolvem projetos de infraestrutura, como os de construção de rodovias, melhoria da mobilidade urbana e macrodrenagem, e também de hospitais, escolas, unidades policiais e prisionais.

A Lei Orçamentária Anual (LOA) é um instrumento de planejamento de curto prazo, que prevê as receitas e despesas e os investimentos do estado para o próximo ano.

É compatível com o Plano Plurianual (PPA) e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e tem o objetivo de demonstrar todos os recursos que serão arrecadados (receita), assim como todos os valores a serem gastos (despesas) em um determinado exercício financeiro.

A elaboração do orçamento geral do estado e o controle de sua execução, além da coordenação do planejamento estratégico da administração estadual e o gerenciamento intensivo dos projetos estratégicos do governo estão entre as responsabilidades da Secretaria de Economia e Planejamento (SEP).

Hélio Filho/Governo do ES — Foto: Palácio Anchieta, sede do Governo do Espírito Santo

Leia mais

Brasil: número de mortes pela Covid-19 chega a 129.522

O Ministério da Saúde divulgou os números a respeito da pandemia da Covid-19 no Brasil. De acordo com as informações apresentadas, o país registrou...

Missão Xavante atenderá cerca de nove mil indígenas em Mato Grosso

Integrantes da missão irão prestar assistência aos indígenas até o próximo domingo (2) Foto: Ministério da Defesa A primeira fase da Missão Xavante, que leva...

Espírito Santo chega a 3.332 mortes e 108.642 curados com 118.814 casos confirmados de Covid-19

O Espírito Santo registrou, até esta sexta-feira (11), 3.332 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 118.814. O índice de letalidade...

Acidente entre caminhão e carreta deixa dois mortos em Barra de São Francisco

Colisão aconteceu na Rodovia ES-320, próximo ao distrito de Vila Paulista. Outras três pessoas ficaram feridas e foram socorridas. Um acidente entre um caminhão e...

Leia também

Acidente entre carreta e dois carros deixa um morto na BR-101

Um acidente envolvendo uma carreta e dois carros deixou um homem morto na tarde desta quarta-feira (28) na BR-101, na altura da Serra, na...

Brasil: vereador é acusado de espiar mulheres trocando de roupa por buraco no teto

Um vereador de Varginha, em Minas Gerais, é acusado de espiar, por um buraco no teto, mulheres trocando de roupa em um banheiro do...

Prefeito de Anchieta Fabrício Petri exonera servidor que ofendeu adversários

O prefeito Fabricio Petri exonerou na tarde desta...

Inep registra mais de 15 mil candidatos inscritos na revalidação de diploma médico em 2020

Dos profissionais de medicina que vão participar do Revalida 2020, 51,8% são mulheres e 48,2% homens. Foto: Banco de imagens O número de inscrições confirmadas...