Governo do Espírito Santo autoriza sessões de cinema drive-in

Clientes vão poder assistir a exibição de dentro do carro. Decreto autorizando a atividade foi publicada no Diário Oficial do estado nessa quinta-feira (25).

O Governo do Espírito Santo autorizou que sessões de cinema voltem a acontecer no estado. Para isso, as exibições devem acontecer no sistema “drive-in”. A projeção terá que ser feita ao ar livre e o espectador deverá estar dentro do carro.

A resolução foi publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (25).

Por causa da pandemia do novo coronavírus, sessões de cinema, teatro e outras atividades culturais que pudessem provocar aglomeração e o aumento de casos de Covid-19 foram suspensas em março no Espírito Santo.

O governo estabeleceu que as sessões devem acontecer em áreas externas ou locais abertos. Os clientes devem permanecer dentro dentro de carros e fazerem uso de máscara de proteção. Deverá ainda ser mantida a distância mínima de dois metros entre os carros.

Ingressos e alimentação

O decreto estabelece que o pagamento dos ingressos deverá ser realizado preferencialmente por aplicativo ou comprado com antecedência.

A venda de alimentos e bebidas só poderá ser realizada na modalidade delivery. Não é permitido o atendimento no balcão e nem na área externa do veículo.

Banheiros

Os sanitários dos locais de exibição deverão ser mantidos limpos e deverão ser higienizados durante as sessões, a medida em que são utilizados, e as partes que necessitam de toque manual, como maçanetas e torneiras, deverão ser desinfetadas continuamente.

Os sanitários deverão ter torneiras e lixeiras com mecanismo de fechamento que dispensam o contato manual e deverão estar abastecidos com água corrente, sabonete líquido e toalhas de papel, não devendo ser utilizados secadores eletrônicos. Também deverá ser disponibilizado álcool 70% para higienização das mãos.

O cinema deverá fazer o controle para entrada no sanitário, de acordo com o número de cabines disponíveis, para evitar aglomerações.

Funcionários

Os funcionários deverão manter as mãos frequentemente higienizadas, fazer uso de álcool em gel; cobrir a boca ou o nariz com a parte interna do braço ao tossir ou espirrar ou utilizar lenços descartáveis, que devem ser imediatamente descartados e as mãos higienizadas; e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Ao receber pagamento em cartão, o cartão deve ser inserido na máquina pelo cliente para evitar o contato e a máquina deverá ser higienizada após cada utilização. Se o pagamento for realizado com dinheiro, o trabalhador deve higienizar as mãos imediatamente após o contato.

Os trabalhadores devem estar usando máscaras faciais durante todo o horário de trabalho e, se for atender um cliente a menos de 1,5 m, o funcionário deve usar o protetor “Face Shield”.

 

Leia mais

Inovação pode ajudar micro e pequenos empreendimentos a superarem crise

O Brasil ocupa hoje uma das piores posições em rankings de educação. Em uma lista com 65 países participantes do Programa Internacional de Avaliação...

Praça de Água Doce do Norte será inaugurada neste sábado (09)

Mesmo diante da Pandemia do novo coronavírus, a população de Água Doce do Norte enfim terá...

Bioeconomia: o que é e como pode alavancar investimentos para o Brasil

Você já ouviu falar em bioeconomia? Desde o advento da revolução industrial no Brasil, ainda no século passado, o País vem discutindo como produzir...

Inquérito Sorológico aponta que mais de 206 mil pessoas já foram infectadas pelo coronavírus no ES

Em pronunciamento, na tarde desta segunda-feira (01), o...

Leia também

Modernização do Fundo de Telecomunicações vai destinar recursos para banda larga em escolas e conectividade nas zonas rurais

Universalizar a banda larga nas escolas públicas de todo o país até o fim de 2024 e ampliar a conectividade nas zonas rurais. São...

Novo marco regulatório do mercado de gás natural deve atrair investimentos para Santa Catarina

Santa Catarina está próxima de sediar um terminal para recepção de gás natural liquefeito, na Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul, que...

Projeto que moderniza Lei de Recuperação Judicial e Falência aguarda sanção presidencial

O Brasil tem hoje mais de sete mil empresas em recuperação judicial. Pelos cálculos do Ministério da Economia, a remontagem total de créditos ligada...

Gestores públicos ganham mais prazo para prestarem contas sobre repasses do Bolsa Família e Cadastro Único

O Governo Federal prorrogou o prazo para que gestores municipais e estaduais possam prestar contas sobre a utilização de recursos do Índice de Gestão...