Governo destina R$ 62 milhões para garantir água e saneamento básico nas escolas

O Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp), já disponibilizou cerca de R$ 62 milhões para o Programa Dinheiro Direto na Escola Água e Saneamento Básico (PDDE Água). A iniciativa se destina a empregar recursos financeiros às escolas públicas de Educação Básica que funcionam no meio rural, garantindo as adequações necessárias ao abastecimento de água em condições apropriadas para consumo e o esgotamento sanitário nas unidades escolares que tenham declarado no Censo a inexistência de abastecimento de água ou de esgotamento sanitário.

O montante atende a um total de 1.604 escolas e beneficiará 307.347 estudantes. Foi possível aprovar os projetos de 503 escolas que, desde já, poderão executar os serviços para obter o acesso permanente à água ou saneamento básico, condição primordial no caminho de volta às aulas.

Mesmo com as complicações educacionais propiciadas pela Covid-19, o MEC dedica esforços, com o apoio dos secretários de educação estaduais e municipais, para garantir a execução de todo o recurso já destinado ao programa.

 

Governo destina R$ 62 milhões para garantir água e saneamento básico nas escolas

A iniciativa se destina a garantir adequações necessárias ao abastecimento de água para consumo Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

Leia mais

Leia também