Governo de São Paulo anuncia novas restrições para conter pandemia

O governo de São Paulo anunciou novas restrições à atividade econômica não essencial para conter o avanço da pandemia. Haverá retorno à fase vermelha do Plano São Paulo entre os dias 25 e 27 de dezembro e 1 e 3 de janeiro em todas as regiões da unidade da Federação.

Verão 2021: entenda as relações do calor com os casos de Covid-19

Caso de H1N2 é registrado no Paraná

Segundo o Executivo paulista, nestes seis dias específicos, o atendimento presencial está proibido em shoppings, lojas, concessionárias, escritórios, bares, restaurantes, academias, salões de beleza e estabelecimentos de eventos culturais. Por outro lado, farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, lavanderias e serviços de hotelaria estão liberados. Nos demais dias, todo o estado continua na fase amarela, a terceira das cinco estipuladas pelo Plano SP.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, a taxa de ocupação de UTIs atualmente é de 61,9%. Na Grande São Paulo, o percentual é 67%. Desde o início da pandemia, o estado paulista já registrou 1,39 milhão diagnósticos de Covid-19 e 45.395 mortes. 

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Leia mais

Leia também