Governo brasileiro envia ajuda humanitária ao Líbano

Ministérios divulgam nota conjunta sobre Missão humanitária ao Líbano

Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira levarão cerca de seis toneladas entre medicamentos e insumos para apoiar o país. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

O Brasil enviou, nesta quarta-feira (12), uma missão especial de assistência humanitária ao Líbano. O presidente Jair Bolsonaro foi até a base aérea em Guarulhos, São Paulo (SP), desejar bom trabalho a comitiva brasileira. A missão, coordenada pelos ministérios das Relações Exteriores, da Defesa e da Saúde, leva seis toneladas de cargas entre medicamentos, alimentos, e equipamentos de saúde doados pelo pelo governo e pela comunidade libanesa no Brasil. No último dia 4, explosões atingiram a zona portuária de Beirute deixando mortos, milhares de feridos e desabrigados.

A convite do presidente Jair Bolsonaro, o ex-presidente da República Michel Temer chefiará a Missão humanitária. Temer manterá encontros com lideranças políticas e religiosas do Líbano e se avistará com o Comandante da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas naquele país, chefiada pelo Brasil.

Confira a nota do Governo Brasileiro na íntegra:

“Missão humanitária brasileira ao Líbano

O governo brasileiro envia hoje, 12 de agosto, Missão Multidisciplinar Brasileira de Assistência Humanitária ao Líbano, na esteira das devastadoras explosões ocorridas no porto de Beirute, em 4 de agosto último.

Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira partirão de Guarulhos (SP) levando cerca de seis toneladas de carga, que inclui medicamentos, insumos e equipamentos médico-hospitalares. Serão transportadas, ademais, doações de diversos setores da sociedade brasileira e da comunidade libanesa radicada no Brasil. Por via marítima, seguirão 4 mil toneladas de arroz, para atenuar as consequências da perda dos estoques de cereais destruídos na explosão do porto.

Resultado da coordenação entre os Ministérios das Relações Exteriores, da Defesa e da Saúde, a Missão humanitária brasileira decorre da decisão do Presidente da República, anunciada em videoconferência com Chefes de Estado e de Governo no último domingo, 9 de agosto, de integrar o Brasil no conjunto de ações internacionais de apoio ao Líbano. O Ministério do Desenvolvimento Regional, além da Universidade Federal do Paraná, também se somam a estes esforços.

A convite do Presidente Jair Bolsonaro, o ex-Presidente da República Michel Temer chefiará a Missão humanitária. O ex-Presidente manterá encontros com lideranças políticas e religiosas do Líbano e se avistará com o Comandante da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas naquele país, chefiada pelo Brasil.

Neste momento difícil, o governo brasileiro manifesta sua solidariedade e suas condolências às famílias afetadas pelo incidente em Beirute. O Brasil é o lar da maior diáspora libanesa do mundo, que em muito contribuiu para a construção da identidade e do desenvolvimento nacional brasileiro. A Missão humanitária, demonstra, com gestos concretos, os profundos laços afetivos, políticos e culturais que unem o Brasil à nação libanesa.

Integram, também, a Missão os Senadores da República Nelson Trad Filho e Luiz Osvaldo Pastore; o Secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Almirante-de-Esquadra Flávio Augusto Viana Rocha; o Secretário de Negociações Bilaterais no Oriente Médio, Europa e África do Ministério das Relações Exteriores, Embaixador Kenneth Félix Haczynski da Nóbrega; o Chefe do Cerimonial do Ministério das Relações Exteriores, Ministro Alan Coelho de Séllos; representantes do Ministério da Defesa, General Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira e Brigadeiro-do-Ar Paulo César Andari; representante do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Ministério da Saúde, Vitor Almeida Ribeiro de Miranda, médico cirurgião ortopedista; representantes do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres do Ministério do Desenvolvimento Regional, Leno Rodrigues Queiroz e Ana Flávia Rodrigues Freire; a Professora Sênior Raquel Rejane Bonato Negrelle, da Universidade Federal do Paraná; o Terceiro-Secretário Daniel Köhler Leite, do Ministério das Relações Exteriores; e os senhores Paulo Antônio Skaf; Elson Mouco Junior; Luciano Ferreira de Sousa, Capitão-de-Corveta; Marcelo Ribeiro Haddad, Subtenente; Michael Pereira Flores, Segundo-Sargento; Ronaldo da Silva Fernandes, Segundo-Sargento; e Sebastião Ruiz Silveira Junior”

 

 

Com informações do Ministério da Defesa

Leia mais

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo quente e seco, nesta sexta-feira (28)

A atuação de uma massa de ar seco provoca tempo firme, com sol e calor na região Centro-Oeste do país, nesta sexta-feira (28). Atenção...

Saiba como renegociar dívidas com desconto de até 50%

De acordo com um balanço divulgado no início...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo predominantemente quente e seco, nesta quinta-feira (13)

Tempo quente e seco na maior parte da região Centro-Oeste do país nesta quinta-feira (13), especialmente no Distrito Federal, em Goiás e em Mato...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sul do país tem tempo aberto, nesta quinta-feira (23)

O tempo quente e seco predomina sobre a maior parte da região Sul do país, nesta quinta-feira (23). O dia começa com previsão de...

Leia também

Veneciano é candidato a vereador em Rio Branco, capital do Acre

O empresário e farmacêutico veneciano, Alexandre Thomazini, tentará, pela segunda vez, uma vaga na Câmara de Vereadores do município de Rio Branco, capital do...

Rede de assistência social já recebeu cerca de R$ 1 bilhão para enfrentamento da Covid-19

O recurso emergencial tem como objetivo aumentar a capacidade de resposta do Sistema Único de Assistência Social. O Governo Federal já repassou aos municípios brasileiros...

Brasil terá primeiro escritório da Organização Mundial do Turismo na América Latina

Escritório regional será o primeiro na América Latina. Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil A Organização Mundial do Turismo (OMT), agência das Nações Unidas especializada...

Espírito Santo chega a 120.714 curados e 3.538 mortes em 130.714 casos confirmados de Covid-19

O Espírito Santo registrou, até esta terça-feira (29), 3.538 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 130.714. O índice de letalidade...