Governo abre 40 novos leitos adultos para Covid-19 em nova área do Himaba, em Vila Velha

Foto: Rodrigo Araujo/Governo-ES

O Governo do Estado cumpriu mais uma etapa importante na gestão hospitalar do Espírito Santo, com a entrega de 30 novos leitos adultos exclusivos para o atendimento a casos do novo Coronavírus (Covid-19). Os novos leitos foram entregues pelo governador Renato Casagrande na tarde desta sexta-feira (30). Eles vão funcionar em espaço anexo ao Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha.

A expansão faz parte do programa estadual “Leitos para Todos” e vai ser gerenciado pela organização social Instituto Acqua, que administra o hospital. São 15 leitos de Unidade de Terapia Intensiva e 25 leitos de enfermaria. A previsão é de que mais 15 leitos de UTI e 27 de enfermaria Covid-19 sejam entregues ainda em maio. O novo espaço terá acesso independente da unidade pediátrica, assim como equipe médica e assistencial diferentes. O acesso aos leitos será via Regulação Estadual e/ou pelo SAMU 192.

Durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, o governador destacou as ações do Governo do Estado no enfrentamento à pandemia, em especial, na estruturação da rede de assistência à saúde.

“A estrutura desses novos leitos ficou extraordinária. A partir de segunda-feira [03], vamos colocar esses leitos para atendimento de pacientes da Covid, mantendo uma estrutura mais segura de tratamento da doença. Passamos por momentos de muita pressão no sistema de saúde no Espírito Santo, mas não faltou leito para ninguém que dependesse de uma UTI ou enfermaria. Isso foi importante, porque mostrou a capacidade de planejamento que o Estado tem e conseguimos atender todo mundo. Agora, graças a Deus e ao trabalho que a gente fez, começamos a observar uma redução da pressão sobre o sistema hospitalar”, disse Casagrande.

Os novos leitos fazem parte da qualificação e modernização da gestão hospitalar promovidos pelo Governo do Estado e que, a princípio, seriam destinados ao atendimento pediátrico. A obra foi realizada pelo Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES), com investimento de R$ 9,6 milhões. Com a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o perfil de atendimento foi modificado para auxiliar a rede hospitalar capixaba no enfrentamento à pandemia.

O total de investimentos com recursos do Estado é de aproximadamente R$ 5,6 milhões em equipamentos. Além disso, foram enviados para a unidade 30 dos 230 novos respiradores adquiridos pelo Governo do Estado e que chegaram no último sábado (24). Ao final da pandemia, o perfil temporário de atendimento a pacientes adultos para a Covid-19 será revertido para a qualificação da atenção pediátrica.

Saúde Integral

Visando a modernizar e qualificar a resolutividade clínica e a gestão dos serviços de saúde, além de ampliar e adequar a infraestrutura física e tecnologia do Sistema Único de Saúde capixaba, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), definiu no planejamento estratégico importantes entregas para os quatro anos de gestão.

Entre as entregas estão os novos leitos do Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves, o Infantil de Vila Velha. Com o cenário epidemiológico da Covid-19 no Espírito Santo, o Governo definiu a mudança de perfil dos leitos para auxiliar no enfrentamento da doença.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, a entrega será mais um legado da estratégia de fortalecimento da saúde capixaba. “Decidimos valorizar a saúde pública, tendo a saúde como um direito de todos e um dever do Estado, podendo entregar dignidade à população. Fortalecendo o SUS conseguimos ganhar mais forças para poder vencer a pandemia. Mas precisamos também da contribuição de todos, com o distanciamento social, o uso de máscaras, principalmente as de alto poder filtrante, para evitar que possamos vivenciar uma nova fase de aceleração da curva de casos no Espírito Santo”, destacou.

Início das atividades

O diretor-médico do Instituto Acqua, Weber Balhester, explicou que a partir da próxima segunda-feira (03) o anexo já vai poder receber os pacientes transferidos pela Regulação Estadual. “Nesta sexta-feira (30) e no final de semana faremos treinamento com os profissionais que irão trabalhar na Ala Covid e passar todas as orientações necessárias. O Instituto já vem administrando hospitais Covid desde o início da pandemia e por isso temos muita experiência na área, em termos de administração, fluxo, admissão, alta e protocolos assistenciais. Tudo isso será utilizado aqui no Himaba”, pontuou.

Além da preocupação na gestão do espaço, medidas para promover a humanização do atendimento também serão adotadas. “Já que não haverá acesso de familiares dos pacientes ao local, além do boletim médico que será enviado diariamente para a família, por e-mail, com a evolução do paciente, vamos disponibilizar ainda a vídeo-chamada entre o médico e o familiar de cada paciente, todos os dias. Essa proximidade entre o profissional e a família traz mais confiança no tratamento. Aqueles pacientes que têm condições de conversar, poderão também falar por vídeo-chamada, com a ajuda da equipe de enfermagem”, disse Balhester.

Leia mais

Leia também