Governadores se reúnem com enviado especial dos Estados Unidos para o clima

Foto: Hélio Filho/Secom

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, ao lado de outros seis chefes de Executivos Estaduais, se reúne nesta sexta-feira (30), às 16 horas, com o enviado especial dos Estados Unidos para o clima, John Kerry, por meio de videoconferência. No encontro, serão apresentados os projetos prioritários de cada região do País na área de conservação ambiental para angariar fundos para a realização das iniciativas.

A reunião faz parte do movimento Governadores pelo Clima que, em abril último, enviou uma carta ao presidente americano, Joe Biden, para fortalecer essa agenda ambiental. A ideia central do encontro é apresentar a John Kerry, considerado o “Czar do clima”, os principais projetos a serem executados pelos governos subnacionais.

Para tanto, a ideia é de que seja criado um “Consórcio de Mudanças Climáticas” para administrar o fundo, que poderá receber investimentos de países e entidades que lutam pela preservação do meio ambiente.

Além de Casagrande, participarão da reunião os governadores de São Paulo, João Doria (representante da região Sudeste); do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (Sul); do Pará, Helder Barbalho (Norte); do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (Centro-Oeste); do Piauí, Wellington Dias (Nordeste); e do Maranhão, Flávio Dino (Consórcio da Amazônia).

De acordo com o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, articulador dos Governadores pelo Clima, a reunião será fundamental para apresentar os projetos para serem executados na área de recomposição florestal, bioeconomia e desenvolvimento socioprodutivo. O tempo de execução varia de 24 a 72 meses.

“Os Estados precisam liderar um movimento relacionado ao clima e podemos criar uma governança para que possamos receber fundos de países, entidades ou pessoas que queiram investir nesse tema. Os Estados e o Brasil precisam dar sua contribuição nesse tema tão vital para a nossa sobrevivência. Precisamos gerar oportunidades para quem quer investir no País”, afirmou Casagrande.

Serão apresentados nove programas com a previsão de gerar mais de 90 mil empregos verdes. Os valores dos projetos ainda estão sendo calculados.

Abaixo os programas que serão apresentados na reunião:

1) Gestão Integrada dos Recursos Hídricos e Revitalização das Bacias Hidrográficas (BH) do Espírito Santo: BH do Rio Itapemirim, BH do Rio Santa Maria do Doce e BH do Rio Santa Joana;

2) Proteção e Conservação da Mata Atlântica no Vale do Futuro (Vale do Ribeira / São Paulo);

3) Projeto integrado de monitoramento, conservação, restauração florestal e desenvolvimento socioprodutivo da região Nordeste do Brasil;

4) Expansão do Programa Maranhão Verde;

5) Renova Taquari;

6) PRÓ PANTANAL – Programa de Apoio à Recuperação do Bioma Pantanal;

7) Bioeconomia “Pé no Chão”;

8) Programa de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Região Sul;

9) Conservação e recuperação de ambientes florestais e campestres nos biomas Pampa e Mata Atlântica.