Gerência de Atenção ao Servidor da Sesp firma parceria com Polícia Federal para pesquisas na área da saúde mental

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e a Superintendência da Polícia Federal do Espírito Santo (SRPF-ES) firmaram, nessa terça-feira (09), uma cooperação técnica para a realização de pesquisas e capacitações na área da saúde mental dos servidores. A parceria foi firmada em reunião na sede da Superintendência, em Vila velha, e contou com a presença do gerente de Assistência Social (GAS), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, Pedro Ferro; do delegado superintendente da PF-ES, Jairo Souza da Silva; e da assistente social da PF-ES, Gegliola Campos.

Durante a reunião, esteve em pauta a discussão sobre a relevância dos programas de assistência à saúde mental dos servidores. Além disso, foi debatida a importância de cooperações que busquem a prevenção da saúde, a preservação da segurança pessoal e da vida dos profissionais da segurança pública. É o caso da Comissão Permanente de Atenção à Saúde do Profissional de Segurança Pública, Defesa Social e Justiça no Espírito Santo (Copas) da Sesp, que visa à integração nas forças de segurança atuantes no Estado, por meio da realização de pesquisas e estudos em favor da promoção mental dos policiais civis do Espírito Santo.

Segundo o gerente da GAS, a reunião foi de suma importância, justamente por estabelecer uma parceria de grande valor junto a uma instituição da esfera federal, como é a Polícia Federal. “Parceiros importantes como a Polícia Federal resultam na promoção da saúde mental e, como consequência, reforçam a assistência biopsicossocial no exercício da atividade laboral”, destacou Pedro Ferro.

Copas

A Comissão Permanente de Atenção à Saúde do Profissional de Segurança Pública, Defesa Social e Justiça no Espírito Santo (Copas) tem como objetivo apontar e sugerir elementos que sejam vitais para a promoção da saúde dos servidores da Segurança Pública, Defesa Social e Justiça. A Comissão pretende estimular, apoiar e contribuir com a efetivação de ações e projetos que visem à prevenção da saúde e à preservação da segurança pessoal e da vida dos profissionais nessas três áreas no Espírito Santo. Além disso, o objetivo é sugerir políticas públicas que implementem ações de promoção da saúde mental e prevenção ao suicídio, promovendo e facilitando acesso ao atendimento especializado.

Leia mais

Leia também