Gerdau e Shell Brasil vão construir parque fotovoltaico em MG

A Gerdau e a Shell Brasil assinaram termo de cooperação para a implantação de um parque fotovoltaico no município de Brasilândia de Minas (MG). O termo estabelece as premissas para a discussão e constituição de uma joint venture. Com capacidade instalada de 190MWdc, o parque Aquarii fornecerá parte da energia limpa para as unidades de produção de aço da Gerdau e outra para ser comercializada no mercado livre através da comercializadora de energia da Shell, a partir de 2024.

A joint venture terá participação igualitária das empresas e faz parte da estratégia de transição energética e descarbonização de ambas.

“Este é o primeiro projeto da Shell em energia solar no Brasil, um marco que diversifica ainda mais a atuação da companhia no país e de maneira completamente alinhada ao nosso propósito de oferecer mais energia e de maneira mais limpa. A presença de um parceiro como a Gerdau nos enche de orgulho e é um sinal de confiança neste propósito da Shell e em sua capacidade como desenvolvedora de soluções de energia para seus clientes”, afirmou o Diretor de Renováveis e Soluções de Energia da Shell Brasil, Guilherme Perdigão.

O vice-presidente da Gerdau e responsável pela Gerdau Next, divisão de novos negócios, Juliano Prado, disse que a joint venture para o desenvolvimento do parque fotovoltaico está inserida em um plano de investimentos em energias renováveis nas Américas. “A iniciativa fortalece a visão de longo prazo da companhia e o compromisso com a inclusão de fatores ESG como pilares fundamentais para as decisões estratégicas da empresa”, diz Prado.

“A parceria com a Shell garante expertise e tecnologia de ponta em energia solar, o que resulta em maior eficiência e uma oportunidade de autoprodução de energia renovável, reforçando o nosso comprometimento com um futuro cada vez mais sustentável”, conclui. 

Há cerca de três anos, a Shell Brasil iniciou o desenvolvimento em geração de energia solar, que na área de energia se somam aos investimentos na sua comercializadora de energia, Shell Energy Brasil, e na termelétrica Marlim Azul. Hoje, a companhia planeja desenvolver parques solares nos estados de Minas Gerais e Paraíba.

Ao mesmo tempo, trata-se de mais um passo da Gerdau em direção à autossuficiência energética, aliado ao direcionamento estratégico de entrada no segmento de geração de energia renovável, parte do portfólio de novos negócios realizados através da Gerdau Next.
 


Leia mais

Leia também