Gavião-pombo reabilitado no Espírito Santo e volta à natureza

 

Um gavião-pombo-pequeno (Buteogallus lacernulatus), espécie ameaçada de extinção, teve uma nova chance na natureza. Após ser atacado por um cachorro e ficar debilitado, o gavião passou por um período de tratamento no Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (Cetras), do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), em Cariacica, e foi solto no Parque da Fonte Grande, em Vitória.

O gavião-pombo chegou ao Cetras do Iema, que é operacionalizado pelo Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram), há cerca de 15 dias. “O animal estava debilitado, apresentava dificuldades para se locomover e para comer. Após passar por uma bateria de exames, foi constatado que estava com uma fratura na fíbula direita”, explicou a médica-veterinária do Ipram, Thassiane Targino.

Durante a reabilitação, a ave foi constantemente avaliada por uma equipe multidisciplinar no Ipram, que analisou a capacidade de caçar, comer e voar. A perna direita se recuperou totalmente e, devido ao bom estado de saúde, o animal foi solto na última sexta-feira (23), na região do Parque da Fonte Grande, próximo à região onde foi encontrado.