Gabinete de Segurança Institucional: Proteção integrada de Fronteiras

Gabinete de Segurança Institucional: Proteção integrada de Fronteiras

– Foto:
FAB

A faixa de fronteira terrestre brasileira corresponde a 14% do território nacional, englobando 11 estados da federação fronteiriços a 10 países da América do Sul. 

Em 2011, diante da ameaça produzida pela ação do crime organizado transnacional, em especial da produção e tráfico de drogas e de ilícitos conexos e da consequente necessidade de fortalecer a atuação governamental, adotou-se um conjunto de políticas públicas para o fortalecimento da faixa de fronteira, por meio Plano Estratégico de Fronteiras e da Comissão Permanente para o Desenvolvimento e a Integração da Faixa de Fronteira. 

Na evolução temporal do tema, e em decorrência dos ensinamentos colhidos nas ações desenvolvidas, observou-se a necessidade de se estabelecer uma visão mais ampla da governança necessária à otimização da atuação governamental nas questões fronteiriças. 

Complementarmente, o Tribunal de Contas da União publicou o relatório de auditoria operacional e avaliação de governança de políticas públicas para o fortalecimento da faixa de fronteira (acórdãos nº 2252/2015 e 1995/2016), onde foi apresentada uma análise sistêmica das oportunidades de melhoria por meio de recomendações aos órgãos responsáveis.

Na reunião da Câmara de Relações Exteriores e Defesa Nacional (Creden), do Conselho de Governo, em 30 de junho de 2016, as deliberações e resoluções versaram especialmente sobre a revisão do Decreto nº 7.496/2011; criação do Comitê Executivo para realizar sua governança; e a programação de nova reunião de Ministros para coordenar os assuntos que seriam tratados na reunião com representantes dos países componentes do Cone Sul.

Por derradeiro, o presidente da República, instituiu o Programa de Proteção Integrada de Fronteiras por meio do Decreto Nº 8.903, de 16 de novembro de 2016, que prevê:

– Integração de dados de Inteligência;

– Capacitação Conjunta (Cursos e Treinamentos). Resultado: Curso na Escola de Guerra Naval; Curso de Gestão Integrada de Inteligência; Estágio de Operações no Pantanal; Curso Expedito de Operações Ribeirinhas;

– Incentivos para fixação de efetivos nas fronteiras;

– Divulgação de Prestação de Contas à Sociedade;

– Incentivos de cooperação internacional. Resultado: Atuação conjunta com os países vizinhos está sendo materializada por meio da realização das Comissões Mistas Bilaterais (Comistas);

– Compartilhamento de instalações e sistemas. Resultado: Compartilhamento e Integração das informações das OCR (ANTT, Seopi, PRF e RFB);

– Aumento da participação em planejamentos e operações integradas. Resultado: Participação de Agências no planejamento da Operação Ágata, instrumento do Governo Federal que é integrado por nove Órgãos para pensar em ações de fronteira, juntamente com estados e municípios;

– Integração de órgãos Federais com Estados, Municípios e Centros de C2;

– Embasamento legal ao Vigia/MJSP;

– Fomento na criação dos Gabinetes de Gestão Integrada de Fronteira (GGIFron).

 Ministérios participantes: Ministério da Defesa, Ministério da Economia, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ministério das Relações Exteriores

 

Fonte: Gabinete de Segurança Institucional

Leia mais

Prazo para renovação e adesão do Mais Médicos termina nesta quarta (5)

Termina nesta quarta-feira (5) o prazo para gestores municipais renovarem a adesão e confirmarem o número de vagas para o Programa Mais Médicos para...

Pagamento da 2ª parcela começa a ser creditado nas poupanças digitais

De acordo com a Caixa, 51,6 milhões de pessoas já receberam o benefício emergencial, somando R$ 44,3 bilhões...

Auxílio emergencial melhora padrão de vida em mais de 23 milhões de domicílios, diz estudo do Ministério da Economia

Estudo divulgado pelo Ministério da Economia constatou que o Auxílio emergencial compõe mais de 93% da renda dos domicílios mais pobres do país. Por...

MCTI abre edital para projetos de Tecnologia Assistiva

Cerimônia também marcou a assinatura de um acordo de cooperação do MCTI com o Instituto General Villas Bôas para incetivar o desenvolvimento da tecnologia...

Leia também

Boa Esperança se despede de Délio Soares de Oliveira

Délio Soares de Oliveira Morreu na tarde desta segunda-feira, dia 28, aos 87 anos, por falência múltipla dos órgãos, o ex-agricultor e também ex-comerciante, Délio...

Acidente deixa uma pessoa morta e seis feridas em rodovia de São Mateus

Um grave acidente aconteceu, na noite do último domingo (27), na Rodovia Othovarino Duarte Santos, que liga São Mateus ao Balneário de Guriri, próximo...

Inep abre seleção de professores para elaborar questões do Enem

Cadastro poderá ser feito até o dia 18 de outubro. Foto: Banco de imagens O Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de...