Fundação iNOVA Capixaba assume o Hospital Estadual Central

Nesta terça-feira (15), o Hospital Estadual Central (HEC), em Vitória, passa a ter a prestação de serviços em saúde administrada pela Fundação Estadual de Inovação em Saúde – iNOVA Capixaba, após o fim do contrato da Secretaria da Saúde (Sesa) com a Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), que atuava na unidade desde 2011 como Organização Social (OS).

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, visitou a unidade e parabenizou toda a equipe da iNova Capixaba, bem como os novos trabalhadores que iniciaram a prestação de serviço. “Estamos apostando que este novo modelo poderá trazer melhor efetividade e impacto social na entrega daquilo que são as ações de serviço público de saúde por parte da Sesa”, afirmou.

“Assumir a prestação de serviços de saúde do Hospital Estadual Central é, primeiramente, uma imensa responsabilidade e motivo de orgulho para a Fundação. Temos a certeza de que os esforços dos profissionais do hospital somados a expertise dos gestores da iNOVA Capixaba farão do HEC uma unidade cada vez mais reconhecida pela eficiência em serviços de alta complexidade, mantendo sua posição de referência em saúde no Espírito Santo”, disse o diretor-presidente da iNOVA Capixaba, Neio Pereira.

A iNOVA Capixaba foi criada em outubro de 2019 pela Lei Complementar 924, que autoriza o Governo do Estado a criar fundação pública de direito privado. Este é o novo modelo de governança dos hospitais públicos estaduais que visa compatibilidade com os serviços oferecidos nos centros de referência em saúde, de forma permanentemente gratuita e acessível, sendo capaz de proporcionar agilidade, flexibilidade e melhor dinâmica de atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), permitindo a possibilidade de realização de processos seletivos, redução de encargos patronais, regulamentação de compras e exigência de cumprimento de metas de desempenho.

Também neste dia, o Hospital Estadual Central (HEC) completa 11 anos de funcionamento, tendo sido inaugurado em 15 de dezembro de 2009 pelo Governo do Estado. Quando o assunto é Acidente Vascular Cerebral (AVC), a unidade é referência no Estado, oferecendo tratamentos comprovadamente eficazes no mundo para AVC, inclusive a trombectomia mecânica, que é realizada em apenas quatro hospitais públicos do Brasil, tornando-se o único da rede pública do Espírito Santo a fazer o procedimento. 

Além da especialidade, o HEC realiza operações de média e alta complexidades nas áreas de vascular, ortopedia e neurocirurgia. O hospital ainda possui uma clínica do sono, com capacidade para atender até dois pacientes por noite, onde é realizada a polissonografia – exame que investiga distúrbios do sono. 

“Dirigir o Hospital Estadual Central é uma honra. Nossa missão é a busca contínua por uma assistência humanizada com qualidade técnica e a parceria dos colaboradores, afinal são eles quem fazem desse hospital referência”, afirmou o diretor geral do HEC, Miguel Duarte.

O hospital foi o primeiro do Brasil a obter a certificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA) com menos de um ano de funcionamento. Também foi pioneiro no Estado na conquista da certificação Diamante no Programa de Certificação em Cirurgia Segura, desenvolvido pela empresa 3M do Brasil. O prêmio tem como finalidade reconhecer os profissionais, a unidade de Centro Cirúrgico e a instituição, que através de seus protocolos e rotinas, realizam os procedimentos cirúrgicos seguindo as boas práticas, cujos requisitos são fundamentados em diretrizes nacionais e internacionais.

 

Leia mais

Leia também