Funai já entregou mas de 365 mil cestas de alimentos em todo o País

Funai já entregou mas de 365 mil cestas de alimentos em todo o país

Assistência a povos indígenas contribui para o cumprimento do isolamento social. Foto: Funai

Mais de 365 mil cestas de alimentos já foram entregues pela Fundação Nacional do Índio (Funai) a famílias indígenas em situação de vulnerabilidade social em todo o País. O intuito é garantir a segurança alimentar das comunidades no cumprimento do isolamento social, uma das principais recomendações dos órgãos de saúde para prevenção ao contágio do novo coronavírus.

A ação colabora para que os diversos povos permaneçam nas aldeias durante a pandemia e envolve recursos próprios, doações e parcerias com outros setores do governo federal, como o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A expectativa é alcançar a marca de 500 mil cestas entregues.

Quase 62 mil kits de higiene pessoal e limpeza foram distribuídos aos indígenas para contribuir com as medidas de cuidado e prevenção. As equipes da Funai também seguem realizando ações de monitoramento e conscientizando as lideranças sobre os riscos do contágio, além da importância de evitar deslocamentos.

A fundação já investiu cerca de R$ 26 milhões em ações de combate à covid-19. Em março, a Funai suspendeuas autorizações para ingresso em Terras Indígenas e, atualmente, participa de 217 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nesses territórios. Participa também da Operação Verde Brasil 2, deflagrada pelo governo federal para executar medidas preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal, e também da Operação Covid-19, na qual militares realizam diversas ações de enfrentamento à pandemia, como atendimento de saúde, transporte de materiais e distribuição de cestas básicas.

Os indígenas contam ainda com uma Central de Atendimento específica para solicitações relacionadas ao combate à covid-19. As demandas podem ser encaminhadas para os telefones (61) 99622-7067 e (61) 99862-3573, por meio de mensagem de texto e aplicativo WhatsApp, ou ainda pelo e-mail covid@funai.gov.br.

 

Com informações da Funai

Leia mais

ES Solidário já entregou 60 toneladas de doações de donativos e fortalece atendimento à população no interior

O ES Solidário fortaleceu as entregas de cestas básicas, arrecadadas através do programa, no interior do...

Não há nenhum impedimento no ir e vir na fronteira entre Barra de São Francisco/Mantena

Comandante Rômulo O comandante do 11º BPM de Barra...

Suspeita de coronavírus em Barra de São Francisco deixa população apavorada; ouça o áudio

Um áudio que circula em grupos de WhatsApp nesta segunda-feira, 16 de março de 2020, deixou grande parte da população apavorada. Segundo a informação, duas...

NORONHA: UM CARA DO BEM

    Noronha era um bom homem. Lembro-me de te-lo conhecido na Igreja Batista Filadelfia, quando lá freqüentava. Sempre simpático e prestativo marcava ponto na Relojoaria...

Leia também

Suspeito de esfaquear vizinho por causa de som alto é preso em Vitória

Crime ocorreu em junho, no bairro Inhanguetá. Segundo a polícia, ele confessou o crime, mas afirmou que agiu em legítima defesa. Um homem de 30...

Larápios arrombam estabelecimento comercial no centro de Água Doce do Norte

O comerciante Aécio Vieira Ribeiro, proprietário de um hortifrúti no centro de Água Doce do Norte, na manhã de quarta-feira (05/08/2020), quando chegou para...

“Caminho longo pela frente”: panorama mostra participação do setor privado no saneamento básico brasileiro

Não é só a Covid-19 que entra na lista de doenças que se agravaram em diversas partes do Brasil por falta de saneamento básico....

Ao reduzir burocracia, novo marco legal pode acelerar liberação de testes clínicos em humanos

A pandemia do novo coronavírus e a corrida pelo desenvolvimento de novos medicamentos e vacinas reacenderam o debate sobre os processos burocráticos que envolvem...